Cuca volta a testar positivo e não dirige o Santos contra a LDU

esportes
01.12.2020, 14:25:00
Atualizado: 01.12.2020, 14:25:39
Treinador foi diagnosticado semanas atrás com a covid-19 e chegou a ficar internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo (Reprodução / Twitter)

Cuca volta a testar positivo e não dirige o Santos contra a LDU

Treinador chegou a ficar internado por conta da covid-19

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vetou a presença do técnico Cuca, do Santos, no jogo desta terça-feira contra o LDU, do Equador, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, pela Copa Libertadores. A entidade alegou que para cumprir o protocolo de prevenção contra o novo coronavírus o treinador não poderia estar presente. Quem vai comandar a equipe na beira de campo é o auxiliar e irmão dele, Cuquinha.

Cuca foi diagnosticado semanas atrás com a covid-19 e chegou a ficar internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, com atenção redobrada por ter problemas cardíacos. Depois disso, o treinador passou mais 10 dias isolado em casa, em Curitiba, e só depois voltou aos trabalhos no time. Inclusive, Cuca já até dirigiu o time no último fim de semana contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro.

Segundo o clube, a exclusão do treinador do jogo contra a LDU foi porque Cuca testou positivo para covid-19 no exame realizado nesta terça-feira e organizado pela Conmebol. Inicialmente, quando teve os primeiros sintomas em Santos, o técnico realizou um exame antígeno e foi levado ao hospital. Os médicos não consideraram necessário fazer um exame PCR para confirmar a doença e iniciaram imediatamente o tratamento.

Porém, mesmo após cumprir a recuperação e ser atendido, Cuca não teve a presença no jogo liberada pela Conmebol porque a entidade não aceitou o resultado do exame antígeno e entendeu que o treinador não havia sido submetido a um exame PCR durante o período válido. Por isso, foi exigido um novo teste nesta terça-feira. Como o resultado foi positivo, Cuca não poderá trabalhar na partida.

Apesar do resultado positivo para covid-19, o clube avalia que a presença de carga viral era esperada e deve continuar por meses no organismo de todos os que forem contaminados. Por isso, o Santos acatou a determinação da Conmebol e designou Cuquinha para dirigir o time. No jogo de ida, no Equador, o time bateu a LDU por 2 a 1.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas