Dados revelam aumento de mortes violentas na capital e RMS este ano

satélite
27.02.2020, 05:10:00

Dados revelam aumento de mortes violentas na capital e RMS este ano

Por Jairo Costa Júnior

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Dados obtidos com exclusividade pela Satélite apontam um crescimento de 17,8% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) registrados na capital entre 1º de janeiro e 9 de fevereiro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2019. De acordo com o levantamento, compilado pelo Departamento de Polícia do Interior (Depin),  ocorreram em Salvador 126 casos enquadrados nos três tipos de CVLIs - homicídios dolosos (intencionais), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte -, ante 107 assassinatos contabilizados na cidade até 9 de fevereiro do ano passado. Em números absolutos, foram 19 mortes violentas a mais nos primeiros 40 dias de 2020.

Zona da morte 
O balanço parcial do departamento da Polícia Civil mostra um salto ainda maior de CVLIs nas demais cidades da Região Metropolitana de Salvador - de 67 para 83, aumento de 23,9% em relação a 2019. Considerando todo o estado, o crescimento médio foi de 4,4%.

Surto criminal
As estatísticas sobre a criminalidade em 2020 ratificam o avanço dos furtos e roubos de veículos em Salvador, conforme antecipado pela coluna em 29 de janeiro. Até 9 de fevereiro, a delegacia responsável pelo combate e repressão aos dois delitos (DRFRV) registrou 542 ocorrências, contra 487 do ano passado - diferença de 11,3%. Entre os bairros, São Caetano teve o maior índice de crescimento, com 2000%. No mesmo período de 2019, houve só um caso em São Caetano. Este ano, já são 21, sem contar os últimos 17 dias. Outros cinco bairros também apresentaram aumento substancial de furtos e roubos de veículos: Boca da Mata (800%), Águas Claras (100%), Pituba (42,9%), São Cristóvão (37,5%) e Brotas (30%).

Saída para cima
O governo do estado recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar reverter a suspensão do concurso da PM, determinada em 17 de janeiro pela desembargadora  Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ). Em sua decisão, a magistrada deferiu liminar a pedido da Defensoria Pública do Estado por supostos erros nos editais do processo seletivo. O imbróglio caiu nas mãos do presidente do STF, ministro Dias Toffoli.

Chumbo grosso
Correm nos altos escalões do poder em Brasília rumores acerca de uma grande operação policial e jurídica com foco  na Bahia. Fontes avisadas da nova ofensiva disseram desconhecer detalhes sobre os alvos, mas garantiram que a ação está perto de ser deflagrada e que não há qualquer ligação com o esquema de grilagem e venda de sentenças investigado pela Faroeste.

Porta fechada
Criada em 1979 pela renomada fotógrafa baiana Arlete Soares, a Editora Corrupio foi declarada inidônea pela Secretaria Estadual de Administração e não pode licitar ou ter contrato com o governo por, ao menos, cinco anos. Famosa pelas obras sobre o legado de Pierre Verger, cultura negra e diáspora africana, a Corrupio foi punida com base na Lei de Licitações do Estado.

Precisamos, francamente, de bombeiros e não de gente com gasolina na mão. Pela Constituição, é o chefe do Executivo que tem a missão de manter a harmonia entre todos os três poderes  
Nelson Leal, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, ao criticar a recente crise provocada por um vídeo, supostamente distribuído pelo presidente Jair Bolsonaro, que convoca a população para um ato contra o Congresso

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas