De férias na Bahia, dançarina Thaís Carla grava coreografia com a FitDance

entretenimento
14.01.2019, 05:28:00
Atualizado: 14.01.2019, 10:10:04
FitDance: Na Bahia, Thaís Carla gravou coreografia com Isis Oliveira e Juliana Paiva (Israel Reis/Divulgação)

De férias na Bahia, dançarina Thaís Carla grava coreografia com a FitDance

Coreografia de Malemolência, de Dynho Alves, já está disponível no YouTube

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Basta assistir a algum vídeo da dançarina Thaís Carla, 27 anos, para se certificar que a carioca tem uma coisa de sobra: malemolência. Isso será possível ver, inclusive, na coreografia de Malemolência, de Dynho Alves, que ela gravou com a empresa baiana de dança FitDance, e está disponível desde as 10h desta segunda-feira (14), no canal do YouTube da comunidade.

Como acontece semanalmente no canal (youtube.com/portalfitdance), que tem quase 10 milhões de inscritos, Thaís não estará sozinha no vídeo: ela dança junto com as dançarinas e influenciadoras baianas Isis Oliveira e Juliana Paiva.

A gravação aconteceu na Casa Salvador, na Barra, em Salvador, na última quarta-feira (9), e foi sinônimo de muita diversão. Por lá, a equipe da FitDance encheu Thaís de elogios. Essa é a primeira vez que uma gorda maior (que veste acima de 56) estrelará um vídeo ao lado das dançarinas da FitDance.

Resultado de imagem para casa salvador correio24horas

Vídeo foi gravado na Casa Salvador, da FitDance
(Foto: Divulgação)

“A FitDance tem cinco princípios norteadores, que são nossos 5 D’s: dança, dinâmico, divertido, democrático e desafiador. Por isso, o que mais queremos é ter todos ao nosso lado. E ela é uma querida. Sempre admiramos o trabalho de Thaís. Se ela não fosse esse arraso todo que todo mundo diz,  não estaria com Anitta, que é uma artista incrível de reconhecimento internacional. Foi um prazer recebê-la em nossos estúdios. Tenho certeza que o público vai curtir”, afirma o presidente da empresa Fábio Duarte.

(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

Ele ressalta que, apesar do nome, a FitDance quer que as pessoas estejam alegres e se divertindo. Ou seja, tem muito mais a ver com  bem-estar do que estar fitness. Por isso, a empresa tem buscado variar aos poucos o perfil dos dançarinos que aparecem nos vídeos.

Para Thaís, o destaque nessa coreografia é sinônimo de representatividade principalmente para mulheres gordas.

“Estou feliz  que tenham aberto essa porta e queiram que eu participe de mais projetos. Precisamos ter mais diversidade não só nesse, que é o maior canal de dança do Brasil, como em todos os locais”, pontua.
 

Nutricionista Luana Carvalho fala sobre relação entre peso e saúde 

*A jornalista é gorda e editora da PLUS, primeira revista para gordas do país

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas