De muletas, Neymar deixa hospital de helicóptero após cirurgia

esportes
04.03.2018, 10:52:00
Atualizado: 04.03.2018, 19:35:12
(Reprodução Sportv)

De muletas, Neymar deixa hospital de helicóptero após cirurgia

Jogador iniciará sua recuperação no Rio de Janeiro

Atacante do PSG e da Seleção Brasileira de futebol, o jogador Neymar deixou o hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, às 10h03 deste domingo (04). Ontem (3) o atleta foi submetido a uma cirurgia no pé. O jogador deixou o hospital de helicóptero em direção ao Aeroporto de Pampulha em Belo Horizonte. 

De muletas, ele seguiu para o Rio de Janeiro acompanhado da mãe, irmã e da namorada Bruna Marquezine. O craque do Paris Saint-Germain conta com sua própria “comissão técnica”, o preparador físico Ricardo Rosa e o fisioterapeuta Ricardo Martini, que o acompanham desde a época que ele atuava no Santos.

Martini, aliás, após pedido de Neymar, passou a fazer da comissão técnica do clube parisiense. “A fisioterapia começará imediatamente com Rafael Martini, que também é do PSG e da seleção”, explicou Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira e responsável por liderar a cirurgia.

O jogador deverá permanecer na sua residência em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, nas próximas semanas, até ser liberado para realizar trabalhos em que poderá colocar o pé direito no chão. Isso deverá durar por ao menos 20 dias, com Neymar ficando principalmente em repouso, com movimentação limitada. Isso é necessário para que a fratura no quinto metatarso do pé direito tenha uma ótima cicatrização.

A operação de Neymar contou com a participação de três ortopedistas, todos eles colegas de Lasmar no Atlético-MG, casos de Otaviano Vieira e Felipe Kalil. Foram eles que colocaram um pino para corrigir a fratura no quinto metatarso do pé direito. Além disso, foi realizado um enxerto ósseo com a intenção de acelerar o processo de recuperação do atacante brasileiro.

O atacante da seleção permaneceu por duas horas no bloco cirúrgico do Mater Dei, localizado no quinto andar, sendo que a operação em si durou 1 hora e 15 minutos. Neymar foi liberado depois de uma hora para repousar e iniciar a sua recuperação no seu quarto, uma suíte vip e conjugada.

Lá, ele assistiu pela TV o triunfo do PSG por 2 a 0 sobre o Troyes, pelo Campeonato Francês. E o craque estava acompanhado da mãe Nadine e de amigos. De acordo com previsão realizada por Lasmar antes da operação, Neymar poderá ficar por até três meses sem atuar, o que o faria realizar o seu retorno aos gramados às vésperas da Copa do Mundo, já em amistosos preparatórios para o torneio - a estreia da seleção brasileira na Rússia será em 17 de junho, diante da Suíça.

Além disso, esse tempo para recuperação poderá fazê-lo perder o restante da temporada 2017/2018 do futebol europeu, pois a final da Liga dos Campeões está agendada para 26 de maio, sendo que uma semana antes se encerrará o Campeonato Francês. A situação clínica de Neymar preocupa não só ao PSG - que deve perdê-lo para o restante da temporada - como também ao técnico Tite, na seleção brasileira.

Afinal de contas, o atacante é o principal jogador do time nacional e mesmo que a previsão de retornar aos gramados dentro de três meses se confirme, existe a dúvida quanto à sua condição física no retorno aos gramados, já que estará há muito tempo sem jogar. PSG e seleção explicaram que Neymar passará por uma avaliação da sua condição física em seis semanas, permitindo uma determinação mais precisa sobre quando ele poderá voltar a atuar. “Um relatório será feito em 6 semanas para esclarecer a data possível da retomada do treinamento”, disseram, em nota oficial.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas