De volta para casa

olhares
10.09.2020, 07:00:00
Foram quase seis meses longe do palco em razão do isolamento social. (Arisson marinho/CORREIO)

De volta para casa

Em formato reduzido, a Osba (Orquestra Sinfônica da Bahia) retorna ao palco do Teatro Castro Alves para gravar vídeos e realizar ensaios.

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Dos quase 75 músicos do conjunto, só 15 estão presentes em cada ensaio e todos devidamente protegidos.
Dos quase 75 músicos do conjunto, só 15 estão presentes em cada ensaio e todos devidamente protegidos. (Arisson Marinho/CORREIO)
Houve uma grande redução no número de instrumentos de sopro, já que o uso deles poderia representar maior risco de transmissão de covid.
Houve uma grande redução no número de instrumentos de sopro, já que o uso deles poderia representar maior risco de transmissão de covid. (Arisson Marinho/CORREIO)
O público ainda não pode assistir às apresentações.
O público ainda não pode assistir às apresentações. (Arisson Marinho/CORREIO)
O retorno está sendo gravado e poderá ser visto no canal da orquestra no YouTube.
O retorno está sendo gravado e poderá ser visto no canal da orquestra no YouTube. (Arisson Marinho/CORREIO)
A Osba está preparando para o final do ano uma apresentação especial, que acontecerá também virtualmente: no Natal, haverá uma homenagem aos 250 anos de nascimento de Ludwig Van Beethoven (1770-1827).
A Osba está preparando para o final do ano uma apresentação especial, que acontecerá também virtualmente: no Natal, haverá uma homenagem aos 250 anos de nascimento de Ludwig Van Beethoven (1770-1827). (Arisson Marinho/CORREIO)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas