Deschamps comandará seleção francesa até o fim de 2022

esportes
10.12.2019, 16:08:41
Atualizado: 10.12.2019, 16:20:37
(Foto: Franck Fife/AFP)

Deschamps comandará seleção francesa até o fim de 2022

Técnico renovou contrato e ficará para a Copa do Mundo no Catar

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O técnico Didier Deschamps acertou nesta terça-feira (10) a renovação de seu contrato com a Federação Francesa de Futebol (FFF) por dois anos e meio. Assim, ele ficará no comando da seleção da França até o final de 2022 e, portanto, vai comandar o time na Copa do Mundo do Catar - caso a equipe europeia confirme a vaga nas Eliminatórias.

Deschamps entrou em acordo com o presidente da FFF, Noel Le Gräet, para renovar seu vínculo. Foi a terceira vez que prorrogou seu contrato com a federação. Seu antigo acordo tinha validade até o final da Eurocopa de 2020. No Catar, se confirmada a classificação, o treinador vai comandar a França em busca do tricampeonato.

O auxiliar técnico Guy Stephan e o preparador de goleiros Franck Raviot também estenderam seus contratos e estarão ao lado Didier Deschamps até o final de 2022.

Deschamps tem exatos 100 jogos no comando da França e já é o técnico com mais partidas na história da seleção bicampeã mundial, à frente de Raymond Domenech (79). Também é o treinador com mais vitórias (65), e agora, busca se tornar o comandante com a passagem mais longa.

A marca, atualmente, pertence a Michel Hidalgo, que passou oito anos e seis meses no cargo entre 1976 e 1984. Deschamps, que perdeu apenas 17 jogos e empatou outros 18, assumiu a seleção em julho de 2012.

Deschamps ostenta um feito pouco difícil de alcançar. Em 15 de julho de 2018, com a conquista da Copa da Rússia - vitória por 4 a 2 sobre a Croácia na final - ele se juntou a Zagallo e Franz Beckenbauer no seleto grupo de campeões mundiais como jogador e treinador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas