Descubra detalhes do show de Roger Waters na Fonte Nova

entretenimento
17.10.2018, 06:00:00
Atualizado: 17.10.2018, 10:28:12
((Foto: Kate Izor/Divulgação))

Descubra detalhes do show de Roger Waters na Fonte Nova

Ex-Pink Floyd se apresenta nesta quarta-feira (17); metrô terá horário especial

Quem está curioso para saber como será o show que o ex-líder do Pink Floyd Roger Waters, 74 anos, apresenta nesta quarta-feira (17), às 21h, na Fonte Nova, vamos contar detalhes (sem entregar tudo, para não perder a graça, claro). Para se ter uma dimensão do que o astro britânico vai mostrar na turnê Us + Them bastam alguns números: o telão de 70 metros de comprimento e 14 de altura é personagem central no show de três horas de duração, com 20 minutos de intervalo. Ao todo, são 100 toneladas de equipamento transportados em 24 carretas ao redor do mundo.

Tem mais: Salvador também vai receber o sistema de som quadrifônico que nada mais é do que um equipamento que preenche todo o ambiente com música. São 360° de som, ou seja: a gargalhada da música Brain Damage surge de um lado do estádio e, rapidamente, alcança o outro. Vai de um ouvido a outro em questão de segundos, como CORREIO pôde experimentar na apresentação que o artista fez em Roma, na Itália, em julho.

“É um espetáculo audiovisual, entretenimento puro, e Salvador vai receber o show completo. Absolutamente toda a produção, com todos os efeitos”, garante o diretor da Time For Fun, Luiz Oscar Niemeyer, empresa responsável pelo show de Roger Waters, Paul McCartney e Maroon Five em Salvador e em outras cidades do Brasil. “É um desafio né? Mas a gente gosta dessas coisas mais difíceis”, completa rindo.

Espetáculo
Em resumo: o show de Roger Waters é um espetáculo cênico feito para impressionar. Por isso, vale a pena assistir com certa distância do palco. A apresentação do cantor e compositor de boa parte das músicas do Pink Floyd agrada a todos os públicos: do fã incondicional àqueles que pouco conhecem, passando por quem cresceu ouvindo o grupo através dos pais e, portanto, sente que tudo soa bastante familiar.

Principalmente porque a turnê que é batizada com um dos sucessos do disco The Dark Side of The Moon (1973) é composta por 75% de músicas antigas do grupo que é um dos ícones do rock progressivo. São sucessos dos álbuns Wish You Were Here (1975), Animals (1977) e The Wall (1979), além de canções do novo trabalho solo de Roger Waters: Is This the Life We Really Want?

No início, o clima introspectivo domina a cena com barulhos de gaivotas e ondas do mar. Mas quem espera uma pulsação a mais não precisa desanimar. Ao contrário do que muita gente pode pensar, a apresentação não é intimista e o telão dá um show à parte com projeções que atuam como importante elemento cênico para traduzir, em imagens, a potência sonora do grupo.

As projeções dão um show à parte na turnê Us + Them que conta com um telão cuja dimensão é de 70 metros de comprimento por 14 de altura (Foto: Kate Izor/Divulgação)

Resistir
Além disso, o aspecto político que sempre esteve presente no trabalho do Pink Floyd e do próprio Roger Waters potencializam o calor do momento. Ao redor do mundo, Waters tem feito denúncias à exploração infantil, ao racismo, à indústria bélica, à poluição e às forças policiais militarizadas, não poupando nem o presidente dos Estados Unidos. Chamar Trump de porco, com direito a imagens pejorativas e um porco inflável, faz parte do show.

Em todas as apresentações, incluindo as que fez em São Paulo e Brasília, o artista deunciou o neofascismo no mundo. Na lista de políticos citados, Waters acrescentou o nome do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). Ao receber vaias de uma parte da plateia na capital paulista, decidiu colocar uma tarja nos shows seguintes com a frase “ponto de vista censurado” em cima do nome de Bolsonaro.

“Colocar a tarja foi ideia dele. É um momento difícil, o país está completamente dividido. Naturalmente em uma situação normal não teria problema nenhum, mas quando ele se manifestou em São Paulo, aconteceram várias brigas na plateia. Os ânimos estão acirrados, então vamos deixar para lá, cada um tem sua opinião”, explicou o produtor Niemeyer.

Um coro infantil participa da música Another Brick in The Wall. Cada cidade seleciona crianças e jovens locais. Em Salvador, será o Projeto Axé (Foto: Kate Izor/Divulgação)

Outro ponto que chama a atenção no show é quando crianças e jovens surgem encapuzadas como prisioneiras de Guantánamo, no clássico Another Brick in The Wall. Feito super-herói, o coro infantil – formado por pessoas de cada cidade por onde o artista passa – abre os macacões laranjas e mostra camisas estampadas com a palavra “resistir”. Em Salvador, o coro será formado por meninos e meninas, de dez a 15 anos, do Projeto Axé.

“Estamos muito felizes com a participação do projeto Axé, que é uma ONG que há 28 anos atende e defende crianças, adolescentes e jovens socialmente desfavorecidos através da pedagógica do desejo e da ‘arteducação’: dança, capoeira, moda, artes plásticas e música”, destaca a gestora de comunicação e produção executiva do Projeto Axé, Regina Moura. “Estamos unindo essa turnê internacional à nossa pratica cotidiana de atendimento aos direitos humanos, por uma sociedade mais justa e mais humana. O foco é a campanha pela paz”, garante.

Transporte

Metrô
Funciona até 1h da manhã de quinta-feira para embarque na Estação Campo da Pólvora (que fica a cerca de 400 metros do local do evento). As demais estações das linhas 1 e 2 operam apenas para desembarque de passageiros, após a meia-noite. O estacionamento do Terminal de Ônibus Pituaçu será gratuito e funcionará de acordo com o metrô. O local tem capacidade para 370 veículos e ficará aberto até a chegada do último trem à Estação Pituaçu.

Ônibus
Hoje será divulgado o esquema especial que vai contar com reforço de linhas de ônibus

Estacionamento
Fonte Nova: R$ 35 (Bolsão N) e R$ 25 (EDG e Bolsão EE)
Vendas:  no local (dinheiro ou cartão) e no site www. estapar.com.br. O estacionamento abre às 16h30.

Serviço
O quê: Roger Waters na turnê Us + Them
Quando: Hoje, às 17h (abertura dos portões) e 21h (horário do show)
Onde: Itaipava Arena Fonte Nova (Ladeira da Fonte das Pedras, s/n, Nazaré)
Ingresso: R$ 180 | R$ 90 (setor superior), R$ 260 | R$ 130 (leste/norte intermediário), R$ 300 | R$ 150 (pista/ norte inferior), R$ 420 | R$ 210 (oeste/leste inferior), R$ 710 | R$ 355 (pista premium elo/lounge premium)
Vendas: na bilheteria da Arena Fonte Nova e no site www.ticketsforfun.com.br
Classificação: De 10 a 15 anos (permitida a entrada acompanhado de responsável). A partir dos 16 anos: entrada sem acompanhante.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/babalorixa-passa-por-corpo-de-delito-e-se-revolta-nao-aceitam-que-houve-intolerancia/
Ele foi agredido em ataque a terreiro, que aconteceu no sábado (12)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/the-killers-abraca-imigrantes-em-clipe-dirigido-por-spike-lee/
Vídeo mostra famílias na fronteira do México com os EUA e faz dura crítica a Donald Trump
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/e-cada-uma-que-a-bahia-inventa-relembre-historias-fantasticas-engracadas-e-absurdas/
Em 40 anos, CORREIO narrou causos que demonstram nosso apego ao inusitado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anitta-interrompe-show-no-ceara-apos-parte-do-palco-cair/
Algumas pessoas que estavam no show fizeram flagrante do momento
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/roma-da-netflix-se-consagra-com-4-premios-no-critics-choice/
Empate entre Glenn Close e Lady Gaga marcou premiação que aconteceu na noite deste domingo (13)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cansado-de-dobrar-roupa-empresa-cria-maquina-para-fazer-o-trabalho/
A novidade foi mostrada em uma feira de eletrônicos nos Estados Unidos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/de-ferias-na-bahia-dancarina-thais-carla-grava-coreografia-com-a-fitdance/
Coreografia de Malemolência, de Dynho Alves, já está disponível no YouTube
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/colocaram-as-armas-nas-cabecas-dos-orixas-relata-babalorixa-sobre-assalto/
Bandidos invadiram terreiro, roubaram e agrediram religiosos: 'Oxóssi chorou'
Ler Mais