"Dez de Copas" escondia corpos de vítimas em vala em Cajazeiras VIII

salvador
01.10.2013, 19:43:00

"Dez de Copas" escondia corpos de vítimas em vala em Cajazeiras VIII

Polícia procura pelo local, onde estariam enterrados 12 corpos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Da Redação

Um vala na região da Jaqueira, em Cajazeiras VIII, era usada pelo traficante Igor Pereira dos Santos, 20, o Dez de Copas do Baralho do Crime, para desovar os corpos de suas vítimas, segundo a Polícia Civil. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) procura pelo local, onde pelo menos 12 pessoas estariam enterradas.

Igor está envolvido com o tráfico de drogas desde os 12 anos e é responsável por pelo menos 8 homicídios em Cajazeiras VIII. Ele e o comparsa Emerson Lucas da Silva Lima, 19, foram apresentados nesta terça (1º) no DHPP. Ele tinha três mandados de prisão em aberto por homicídio e um por tráfico de drogas.

Igor e Emerson foram presos no sábado (28) pela Rondesp. Ele estava foragido da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) desde 2011. Preso novamente, ele levou os policiais a sua casa, na rua da Mangabeira, onde foram apreendidos um revólver calibre 38, uma escopeta calibre 12, munições, crack e maconha.


Emerson e Igor foram presos pela Rondesp; eles agiam em Cajazeiras VIII

Igor é suspeito de assassinar Almiro José dos Santos Junior, o “Mirinho”, Adenilson José Pereira, Luciano da Silva Nogueira, Jéferson Santos da Silva, Nilson Gomes dos Santos, Marcos dos Santos Santos, Orlando Ferreira da Silva Filho e Rodrigo Bahia Valadares, o “Boi”, em crimes em sua maioria ligados a tráfico de drogas.

Segundo a polícia, Igor e Emerson faziam parte da quadrilha do traficante Jonatas de Souza Nascimento, morto em confronto com a polícia em 2011. Depois da morte de Jonatas, Igor teria assumido o comando do bando.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas