Dez episódios para assistir antes de Mad Men sair da Netflix

comentários em série
31.05.2020, 07:00:00

Dez episódios para assistir antes de Mad Men sair da Netflix

Série deixa catálogo do streaming no dia 10; veja um por dia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As sete temporadas de Mad Men deixam a Netflix no dia 10 de junho, possivelmente a maior perda do catálogo da gigante de streaming até agora. Não houve nenhum anúncio por parte da empresa, mas a melancólica data está disponível na página da série desde meados de maio.

A série acompanha a vida de Don Draper e seus colegas em uma agência de publicidade na Nova York dos anos 1960. Casado e pai de dois filhos no começo da história, Don guarda um passado secreto que não demoramos a conhecer. Enquanto esteve no ar, a série faturou quinze Emmy e quatro Globo de Ouro.

Mad Men conseguia articular comentários sobre fatos históricos focando intimamente nas pessoas. Colocava uma lupa sobre o indíviduo navegando os acontecimentos nacionais e mundiais - muitos episódios espelhavam momentos de impacto histórico na vida dos personagens. E a vida continuava, com seus detalhes mudanos, para todos, em meio a tudo que acontecia lá fora. Não deixa de ser uma maratona adequada para o momento atual.

Para ajudar na sua despedida, elaborei uma lista dos dez melhores episódios de Mad Men – um para cada dia na contagem regressiva. Obviamente não fará as vezes de uma reassistida completa, mas trouxe um pouquinho de cada temporada para matar as saudades e dar um tchau, espera-se, temporário. Ainda não há informação se algum outro serviço de streaming brasileiro vai incluir Mad Men no catálogo.

Confira, por ordem cronológica:

The Wheel (1x13)

Escrito por Matthew Weiner e Robin Veith
Dirigido por Matthew Weiner

(Foto: Divulgação)

Final da primeira temporada, que tem um dos momentos mais icônicos de Don Draper: seu discurso intenso sobre um carrossel para tentar convencer os empresários da Kodak a fecharem ali a campanha publicitária com a Sterling Cooper. Ele convence com falas sobre como o projetos é uma "máquina do tempo" que nos leva para lugares que queremos ir de novo. "Para um lugar que sabemos que somos amados", diz. O discurso é tão bom que parece convencer até o cínico Don, que sai dali direto para sua família em casa, mas acha o lugar vazio. Isso acontece logo depois que Don sabe do suicídio do irmão e está refletindo sobre sua vida, incluindo aí o casamento e o trabalho.

The New Girl (02x05)

Escrito por Robin Veith
Dirigido por Jennifer Getzinger

(Foto: Divulgação)

Don se envolve em um acidente de carro enquanto está com Bobbie, com quem está tendo um affair, e liga para Peggy pedindo ajuda. Para ajudar Don, ela acaba levando Bobbie para seu apartamento. As pessoas gostam de aconselhar Peggy, e Bobbie não é diferente. Ela diz que enquanto não tratar Don como igual, ela nunca vai conseguir subir na empresa. Depois desse papo, Peggy vai chamá-lo de "Don" pela primeira vez. Sendo cúmplice de Don, Peggy também acaba relembrando quando esteve no hospital e recebeu uma visita do chefe. "Peggy, me escute: saia daqui. Siga em frente. Isso nunca aconteceu. Vai te chocar o quanto isso nunca aconteceu", diz ele em um momento. É um resumo do mote de vida de Don Draper. 

Meditations in an Emergency (02x13)

Escrito por Kater Gordon e Matthew Weiner
Dirigido por Matthew Weiner

(Foto: Divulgação)

Enquanto a crise dos mísseis cubanos se desenrola, Betty e Don concluem que é melhor para os dois continuarem juntos, depois de tentarem seguir por caminhos separados. É uma decisão mais difícil pra Betty, influenciada pela descoberta de uma terceira gravidez. Don volta da Califórnia e é confrontado pela mulher, acabando por admitir que não foi "respeitoso com ela". Betty engole o orgulho e volta depois de receber uma carta dele e transar com um estranho num bar. A cena final da temporada é Betty revelando a gravidez para Don. Os dois se dão as mãos, em silêncio, em uma cena algo enervante. Os dois estão próximos, existe algum amor, mas há um abismo entre eles.

The Arrangements (03x04)

Escrito por Andrew Colville e Matthew Weiner
Dirigido por Michael Uppendahl

(Foto: Divulgação)

Esse já foi chamado do episódio quintessencial de Mad Men, por trazer um pouco de tudo. Ao mesmo tempo, mostra a habilidade da série em sublinhar e fortalecer, ainda que sutilmente, alguns dos seus temas mais caros, como a influência dos pais no desenvolvimento dos filhos e a ansiedade e peso que isso traz. Temos o lado nostálgico, com Sal fazendo uma homenagem a Bye Bye Birdie em uma campanha que acaba dando errado - e ele mesmo, sem querer, acaba saindo do armário para a mulher. Um pouco de humor, com Peggy experimentando uma personalidade nova enquanto busca uma colega de apartamento ao deixar a casa da mãe. E no centro do episódio, morte, com a pequena Sally vendo seu mundo virar de cabeça para baixo com a morte inesperada do avô Gene. 

The Gypsy and the Hobo (3x11)

Escrito por Marti Noxon, Cathryn Humphris, and Matthew Weiner
Dirigido por Jennifer Getzinger

(Foto: Divulgação)

O episódio em que Betty Draper descobre a vida secreta e anterior de Don é fortíssimo. Betty já sabia o nome real do marido desde a primeira temporada, mas aqui ela toma conhecimento do passado dele e o confronta. Don acaba confessando tudo sobre sua infância, o irmão morto, em um dos poucos momentos em que mostra vulnerabilidade e depois uma quase exaustão - a cena do confronto é tensa, afinal de contas. É um dos episódios vitais para nos aproximar de quem é Don Draper. A atuação de Hamm e Jones é a cereja do bolo. 

Shut the Door. Have a Seat (03x13)

Escrito por Matthew Weiner e Erin Levy
Dirigido por Matthew Weiner

(Foto: Divulgação)

Um dos episódios mais diferentes de Mad Men, guiado por ação e até para cima, com exceção das cenas entre Don e Betty, com o casamento nas últimas. Don consegue animar os colegas para que se livrem dos chefes ingleses e criem sua própria agência. E Don usa um lado humilde para tentar convencer uma relutante Peggy a segui-los na empreitada. "Eu vou passar o resto da minha vida tentando contratar você", diz. É um episódio, portanto, cheio de espírito de camaradagem, com toques cômicos, grandes momentos que agradam o público. Enquanto sua vida doméstica desaba, Don tenta construir uma cenário sob seu controle no lado do trabalho.

The Suitcase (4x07)

Escrito por Matthew Weiner
Dirigido por Jennifer Getzinger

(Foto: Divulgação)

O episódio é totalmente centrado na relação de Don e Peggy, o melhor eixo da série. Ele a mantém no escritório trabalhando no dia do próprio aniversário por conta de uma campanha, para frustração da mãe e do namorado. No escritório, os dois discutem sobre a importância das contribuições de Peggy - e o valor que Don dá a isso -, o que leva a uma conversa mais íntima entre os dois, regada a uísque. Na manhã seguinte, Don toma coragem para fazer a ligação que vai revelar que Anna Draper morreu de câncer, o que o deixa devastado. Enquanto ele está aos prantos com o fim da última conexão com sua vida antiga, Peggy tenta confortá-lo nesse raro momento vulnerável. Toda a história dos dois até ali está por trás do episódio e dá ainda mais força a tudo.

The Other Woman (05x10)

Escrito por Semi Chellas e Matthew Weiner
Dirigido por Phil Abraham

(Foto: Divulgação)

Um episódio inquientante e brutal. Para conseguir ser elevada a sócia da empresa, Joan tem que dormir com um dos clientes. A cena do encontro dela com Don é um das mais impactantes da série. A dinâmica entre os dois sempre foi diferente das outras e e essa cena reafirma um certo entendimento que ambos possuem entre eles mesmos e sobre o funcionamento das coisas. Don ainda está irritado com como tudo se desenrolou quando Peggy chega para avisar que vai deixar a empresa. Ele reage com raiva, mesmo diante do agradecimento que recebe. Mas quando Peggy estende a mão para se despedir, ele beija e não quer soltar. É bonito e triste.

In Care Of (06x13)

Escrito por Carly Wray e Matthew Weiner
Dirigido por Matthew Weiner

(Foto: Divulgação)

Depois de muitos anos de bebedeiras, decisões tomadas sem consultar ninguém e problemas variados, Don recebe um aviso dos sócios de que deve dar um tempo - sem prazo de retorno - no trabalho. Isso acontece depois que Don acaba falando demais de sua infância ao tentar conquistar a conta da Harshey pra agência. Passamos muito tempo vendo Don conseguir tirar um "pitch" bom do nada e cativar a audiência, mas aqui ele erra a mão ao citar um episódio com prostitutas (leva puxão de orelha até de Roger). Jon Hamm está incrível na cena, por sinal. Don parece finalmente estar reconhecndo a realidade da sua vida, seu passado, seus segredos. Tentando se reaproximar especialmente de Sally, e mostrar um pouco quem ele é, ele leva os filhos para conhecerem o local onde ele cresceu. O olhar dela para o Don no final mostra que talvez Sally tenha compreendido uma parte do pai pela primeira vez.

Waterloo (07x07)

Escrito por Carly Wray e Matthew Weiner
Dirigido por Matthew Weiner

(Foto: Divulgação)

Um dia depois da chegada do homem à lua - e da morte de Bert Cooper - vemos Peggy tentando conquistar a conta do Burguer Chef. Don passou a bola para ela e vê o sucesso da pupila na apresentação. É um episódio de glória para Peggy. E também para Roger, que consegue engendrar uma venda corporativa para rivalizar com a McCann, salvando o emprego de Don. A morte de Bert é um plot periférico, como sempre foi o personagem, mas tocante. Ele vai embora dançando em uma alucinação cheia de cores de Don, um momento inesperado e bonito.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas