Diretor do West Ham é suspenso ao dizer que não contrata africanos

esportes
01.02.2018, 12:03:00
Atualizado: 01.02.2018, 12:46:54
Dirigente foi suspenso após fala preconceituosa (Foto: West Ham/Divulgação)

Diretor do West Ham é suspenso ao dizer que não contrata africanos

Diretor alegou que jogadores africanos criam tumulto quando não são titulares

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O diretor de futebol do West Ham, Tony Henry, foi suspenso pela diretoria do time inglês. O clube investiga as falas do dirigente, que declarou ao jornal “Daily Mail” que não contrataria mais nenhum jogador africano.

Em nota oficial, o clube garantiu que não compactua com nenhum ato de discriminação. "O West Ham não irá tolerar nenhum tipo de discriminação e, portanto, atuou rapidamente por causa da natureza séria dessa afirmação. A família West Ham é inclusiva é quer que todos se sintam bem-vindos e incluídos, independentemente de gênero, idade, habilidade, raça, religião ou orientação sexual”, informou em nota oficial.

A declaração polêmica aconteceu após um questionamento do “Daily Mail” sobre o mercado de transferências. Henry relembrou que o West Ham teve problemas com o atacante senegalês Diafra Sakho, que se despediu do clube para atuar pelo Rennes, da França, e afirmou que não pretende mais contratar nenhum jogador africano.

“Não queremos mais jogadores africanos e ele (Sakho) não é bom o suficiente. Entendemos que quando eles (jogadores africanos) não são titulares, criam caos na equipe. Não é nada contra a raça africana. Há jogadores africanos de elite. Não há problema com eles. É só que às vezes eles causam muitos problemas quando não estão jogando, como tivemos com Diafra. Ele saiu, então ótimo. Não é nada pessoal”, declarou o diretor.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas