Diretora da vigilância em saúde do Amazonas morre com covid-19

coronavírus
23.01.2021, 09:04:00
Atualizado: 23.01.2021, 09:13:16

Diretora da vigilância em saúde do Amazonas morre com covid-19

Farmacêutica bioquímica atuava no monitoramento da pandemia no estado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto, de 61 anos, morreu nesta sexta-feira, 22, por complicações decorrentes da covid-19. Ela deixa o marido, três filhos, uma neta e o pai.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, a profissional testou positivo para o coronavírus em 5 de janeiro. Ela iniciou o tratamento em casa, mas no dia 11 a situação piorou e ela precisou ser internada. Rose, como era conhecida, morreu no hospital.

(Foto: Divulgação)

A farmacêutica bioquímica atuava no monitoramento da pandemia no Amazonas e ajudava a estabelecer medidas para conter o avanço do coronavírus. "Ela era uma fortaleza e um farol que guiava as ações da FVS na guerra contra o novo coronavírus no Amazonas", diz a nota emitida pela Secretaria.

Rose atuou como gerente de epidemiologia e como diretora de vigilância em saúde da Secretaria de Saúde do Amazonas. Também foi assessora técnica de vigilância em saúde da FVS-AM, instituição que ajudou a fundar.

No fim do ano passado, em 11 de dezembro, ela recebeu a medalha da Ordem do Mérito do Governo do Amazonas, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido no combate à pandemia. Em outubro, havia recebido o Diploma de Honra ao Mérito do Tribunal de Contas do Amazonas pelos serviços prestados no mesmo período.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas