Disputa pelo título mundial fica entre três surfistas

esportes
12.12.2019, 11:24:00
Atualizado: 12.12.2019, 11:24:31
Italo Ferreira lidera o ranking mundial (Kelly Cestari / WSL)

Disputa pelo título mundial fica entre três surfistas

Filipe Toledo e Jordy Smith foram eliminados no Havaí e não têm mais chance

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A disputa pelo título do Circuito Mundial de surfe ficou restrita a três candidatos, os brasileiros Gabriel Medina e Ítalo Ferreira e o norte-americano Kolohe Andino. 

Isto aconteceu após a eliminação do brasileiro Filipe Toledo e do sul-africano Jordy Smith nesta quarta-feira (11), durante a terceira fase do Billabong Pipe Masters, última etapa que está sendo realizada no Havaí.

Na primeira bateria do dia, o potiguar Ítalo Ferreira superou Jadson Andre por 8,53 a 7,20. Assim alcançou as oitavas de final, onde enfrenta o também brasileiro Peterson Crisanto.

Filipe Toledo entrou na água na quinta bateria, em que enfrentou o neozelandês Ricardo Christie. O atleta do Brasil foi superado por 11,04 a 9,84 e deu adeus à chance de ser campeão mundial pela primeira vez.

O terceiro brasileiro na disputa pelo título, Gabriel Medina, teve uma das melhores performances do dia. Ele derrotou o havaiano Imaikalani deVault por 17,07 a 13.90 e avançou. Encontra nas oitavas outro brasileiro, Caio Ibelli.

O segundo candidato ao título a ficar pelo caminho nesta quarta foi o sul-africano Jordy Smith. Ele perdeu na terceira etapa para o brasileiro Jesse Mendes por 9,10 a 7,50 e também está fora da disputa.

Já o norte-americano Kolohe Andino avançou após eliminar o havaiano Sebastian Zietz e continua com chance remota de título. O adversário dele na terceira fase será o francês Michel Bourez.

O Billabong Pipe Masters terá nova chamada nesta quinta-feira (12), a partir das 14h (de Brasília).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas