Djokovic tenta bater bola com Neymar, mas passa vergonha; vídeo

esportes
11.04.2022, 18:57:00
Verratti, Djokovic e Neymar durante encontro em Monte Carlo (Reprodução/Instagram @replay)

Djokovic tenta bater bola com Neymar, mas passa vergonha; vídeo

Tenista sérvio encontrou craque brasileiro, além do meia Verratti, antes de disputar o Masters 1000 de Monte Carlo

Prestes a estrear no Masters 1000 de Monte Carlo, após quase dois meses sem competir, Novak Djokovic se encontrou com Neymar nesta segunda-feira (11), no Monte Carlo Country Club, onde o torneio será disputado.

O tenista número 1 do mundo bateu embaixadinhas ao lado do craque brasileiro do PSG e do meio-campista italiano Marco Verratti, também jogador do time parisiense.

Neymar e o companheiro de clube aproveitaram o dia de folga para acompanhar algumas partidas das primeiras fases do Masters monegasco. Além disso, conversaram com outros tenistas, como o brasileiro Marcelo Melo e o espanhol Carlos Alcaraz, que compartilharam fotos ao lado do atacante da seleção brasileira em suas contas no Instagram.

Djokovic, fã declarado de futebol, também se animou com a presença dos boleiros e publicou o vídeo do momento de descontração nas redes sociais.

O clima leve deste início de semana contrasta com a série de polêmicas vividas pelo sérvio nesta temporada. Desde que foi barrado da disputa do Aberto da Austrália, em janeiro, por ter se recusado a tomar a vacina contra a covid-19, ele vem sofrendo um processo forte de desgaste de imagem.

Após o episódio em território australiano, o número 1 do mundo participou apenas de um torneio em 2022, o ATP 500 de Dubai. Na ocasião, foi eliminado nas quartas de final pelo checo Jiri Vesely e perdeu a primeira colocação do ranking para o russo Daniil Medvedev, naquele momento classificado para as quartas do ATP 500 de Acapulco.

Mais tarde, já garantido como número um, Medvedev perdeu as semifinais para Rafael Nadal, campeão do torneio mexicano. O russo ficou no topo da classificação da ATP até o meio de março, quando perdeu a terceira rodada do Masters 1000 de Indian Wells para o francês Gael Monfils.

Com isso, devolveu o posto mais alto do ranking a Djokovic, mesmo com o rival fora das quadras. De volta em Monte Carlo, o sérvio espera fazer o retorno em grande estilo.

"Ainda me sinto motivado para estar no circuito e competir com jogadores jovens e desafiar os melhores jogadores do mundo pelos títulos mais importantes", comentou o número 1 em coletiva de imprensa. "Estou muito feliz por estar aqui, Mônaco tem sido minha casa por mais de dez anos. Tenho aguardado ansiosamente o momento de competir novamente, então este é o melhor lugar. Por onde eu poderia começar?", completou.

Campeão do Masters 1000 monegasco em 2013 e 2015, Djokovic estreia na atual edição em partida contra o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, número 46 do ranking. O duelo tem início previsto para as 8h40 (horário de Brasília) desta terça-feira (12)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas