Dybala, da Juventus, testa positivo para o coronavírus

esportes
21.03.2020, 15:30:00
Atualizado: 21.03.2020, 17:55:35
(Foto: AFP)

Dybala, da Juventus, testa positivo para o coronavírus

Namorada do argentino, Oriana Sabatini também contraiu o vírus

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Confirmado. O argentino Paulo Dybala, da Juventus, testou positivo para o COVID-19 - o novo coronavírus. O argentino é o segundo caso dentro da equipe de Turim, que já tinha confirmado que o zagueiro Rugani também contraiu a doença. O próprio atacante confirmou a informação em uma postagem feita na sua conta do Twitter.

A Juventus já tinha informado que após a confirmação do caso Rugani, 121 pessoas, incluindo jogadores de futebol (não especificados), funcionários, gerentes e funcionários da Juventus, estão em um período de isolamento doméstico voluntário. Segundo Dybala, sua namorada, Oriana Sabatini, também testou positivo, mas os dois estão em casa e se sentem bem

"Recebemos o resultado do COVID-19 e tanto Oriana quanto eu testamos positivo. Por sorte, estamos nos sentindo perfeitamente bem. Obrigado por todas as mensagens", publicou o atacante.

A Itália, onde vive e joga Paulo Dybala, é o país onde mais mortes por coronavírus foram registradas. Em 24h, foram 627 óbitos: um recorde no mundo. O país tem 47.021 casos diagnosticados e 4.032 vítimas fatais, no total. Por conta do volume de pessoas, o Exército italiano foi mobilizado para o transporte dos mortos. A Itália é o segundo país com maior número de casos da covid-19. São mais de 53 mil infectados, atrás apenas da China (81 mil)

Os jogadores da Juventus estão confinados em suas casas, já que os treinamentos foram cancelados diante da suspensão do Campeonato Italiano e de todas as competições europeias em razão da pandemia.

Neste sábado, a Itália completou um mês desde a primeira morte por coronavírus. Desde o dia 10 de março, todo o país está em confinamento. Negócios não essenciais foram fechados, viagens foram autorizadas apenas por razões profissionais ou imperativas, e as reuniões estão proibidas.

*com supervisão do subeditor Ivan Dias Marques

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas