'É levantar a cabeça', lamenta Thiaguinho após empate no jogo de ida da final do Baiano

esportes
03.04.2022, 18:43:00
Thiaguinho lamenta empate do Atlético com o Jacuipense, mas garante que nada está perdido (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

'É levantar a cabeça', lamenta Thiaguinho após empate no jogo de ida da final do Baiano

Carcará vai ter que vencer fora de casa para faturar o bicampeonato

O roteiro inicial do primeiro jogo da final do Campeonato Baiano parecia que iria deixar o Atlético de Alagoinhas com uma mão na taça. Apesar do pênalti perdido, o Carcará abriu o placar ainda no primeiro tempo e ficou com um jogador a mais durante boa parte do confronto. 

Mas a equipe vacilou, viu o Jacuipense empatar no gol contra marcado por Jerry, e vai ter que vencer em Riachão do Jacuipe, no próximo domingo (10), para faturar o inédito bicampeonato. 

Apesar do resultado considerado ruim, o atacante Thiaguinho afirmou que não tem nada perdido e garante que o time vai conseguir mostrar força fora de casa. 

"A gente pecou onde não poderia pecar. Em um lance de bola parada a gente poderia ter tido mais concentração, mas acabamos falhando e demos a chance do adversário empatar o jogo. Ainda tentamos, mas não conseguimos. Agora é levantar a cabeça, não tem nada perdido, nada definido, como a gente sabia que não ia ser definido nesse primeiro jogo. Fizemos uma boa partida, cometemos um erro, mas é levantar a cabeça pois tem o próximo jogo para a gente conseguir esse título", afirmou. 

Para o jogo decisivo, o técnico Agnaldo Liz não poderá contar com o lateral direito Edson. Ele entrou no segundo tempo da partida e foi expulso após cometer falta no minutos finais. 


***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas