Edson pode voltar ao time titular contra o Coritiba; Lucas Fonseca é dúvida

e.c. bahia
13.06.2017, 19:44:00

Edson pode voltar ao time titular contra o Coritiba; Lucas Fonseca é dúvida

Volante ficou no banco de reservas diante do Grêmio e zagueiro sentiu dores no púbis

Após a derrota para o Grêmio, o elenco do Bahia voltou aos trabalhos nesta terça-feira (13), em Porto Alegre. Enquanto os titulares fizeram um regenerativo na academia do hotel em que a delegação estava hospedada, os demais foram para o campo.  

Edson deve ser a novidade no time diante do Coritiba (Foto: Vitor Tamar / EC Bahia)

Todos já embarcaram para Curitiba, onde treinam quarta-feira (14) no CT do Atlético Paranaense, antes do confronto diante do Coritiba, às 16h de quinta (15), no Couto Pereira. O principal problema do técnico Jorginho é o zagueiro Lucas Fonseca. O jogador foi substituído contra o Grêmio sentindo dor no púbis e é dúvida para enfrentar o Coxa. Caso não tenha condições, Rodrigo Becão deverá ser o escolhido para substituí-lo. Eder corre por fora na disputa.

Quem pode reaparecer no time titular é o volante Edson. Sem atuar desde o triunfo por 3x0 sobre o Atlético Goianiense, ele se recuperou bem da contusão no joelho e ficou no banco de reservas na última partida por opção de Jorginho, que explicou o motivo da escolha. 

“Tínhamos uma substituição anunciada, que era o Vinícius. Ele até aguentou mais do que o esperado e tiramos o Allione. Não queria entrar com dois jogadores certos para substituir. Ele tem um pouco de dor. Optei pela entrada do Juninho, que foi bem no último jogo. No próximo (Coritiba), vamos ver o que vamos fazer”, disse Jorginho.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas