'Ele foi maldoso', diz Lucca sobre falta cometida por Felipe Melo

e.c. bahia
11.08.2019, 18:46:00
Atualizado: 12.08.2019, 14:24:43
Lucca ficou na bronca com a falta cometida por Felipe Melo (Felipe Oliveira/EC Bahia)

'Ele foi maldoso', diz Lucca sobre falta cometida por Felipe Melo

Volante do Palmeiras acertou o jogador tricolor e foi expulso ainda no primeiro tempo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Agredido no rosto pelo volante Felipe Melo durante o empate do Bahia com o Palmeiras, o atacante Lucca falou sobre o episódio que gerou a expulsão do jogador adversário ainda no primeiro tempo. Apesar de afirmar que não queria causar polêmica, o camisa 11 tricolor disse que Felipe Melo foi desleal ao atingi-lo no rosto durante a disputa de bola. 

"É difícil falar, no momento do jogo foi uma pancada forte, desleal, maldosa. Eu não tenho nada contra ele (Felipe Melo), não quero criar polêmica, mas ele foi maldoso. Eu estava olhando para a bola, nem vi o que aconteceu, só senti a pancada, acabei caindo um pouco tonto. Mas é isso, vamos comemorar o ponto conquistado", declarou Lucca.

Sobre a partida, o atacante seguiu os outros atletas do Bahia: valorizou o empate, mas admitiu que o time deixou o campo com um gostinho de quero mais.

"Foi um empate importante, lá na frente vai nos ajudar. Não é fácil jogar aqui, obviamente que a gente não quer, mas tivemos dificuldades. Mas temos que comemorar o ponto conquistado. Muitas equipes vão vir aqui e não vão conquistar esse ponto", comentou.

O tricolor voltará aos gramados contra o Goiás, no próximo domingo (18), às 16h, na Fonte Nova, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas