Em casa, Athletico-PR leva empate do River Plate no finalzinho

esportes
24.11.2020, 21:29:00
Atualizado: 24.11.2020, 23:53:52
Paulo Díaz faz a festa no gol de empate do River (River PLate/ Divulgação)

Em casa, Athletico-PR leva empate do River Plate no finalzinho

Furacão perdeu a vantagem nos minutos finais pela Libertadores

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Athletico-PR perdeu grande chance de sair em vantagem nas oitavas de final da Copa Libertadores ao levar o empate do River Plate por 1x1, aos 45 minutos do segundo tempo, nesta terça-feira (24), na Arena da Baixada, em Curitiba. Bissoli fez para os brasileiros e Paulo Díaz anotou para os argentinos.

Na terça-feira que vem, às 19h15, River Plate e Athletico-PR decidirão a vaga para as quartas de final em Buenos Aires. O vencedor avançará de fase. O River Plate ainda jogará pelo 0x0, enquanto o Athletico se classificará com igualdadades por 2x2 em diante. Em caso de novo 1x1, a decisão será nos pênaltis

O Athletico perdeu uma grande chance logo aos 3 minutos. Richard, mesmo da marca da cal e de frente para o gol, isolou a bola. Aos 20, Léo Cittadini levou uma ombrada de Sosa e perdeu parte de um dente. Ele saiu sangrando de campo, mas conseguiu voltar.

O River Plate chegou aos 25 minutos em boa jogada de Matías Suárez, mas Bento fez a defesa em dois tempos. O goleiro do Athletico voltou a aparecer aos 33, quando deu um tapa para tirar a bola cabeceada por Paulo Díaz.

No segundo tempo, brilhou a estrela do experiente técnico Paulo Autuori. Ele voltou com Bissoli na vaga de Renato Kayzer e a rede balançou. Aos 12 minutos, Erick lançou Bissoli que dominou no peito e chutou rasteiro para abrir o marcador. Aos 21, porém, o Athletico ficou com um a menos. Reinaldo fez falta de Enzo Pérez e foi expulso após receber o segundo amarelo.

Aos 39 minutos, o River Plate conseguiu boa chance ao acertar a trave do Athletico em cabeceio de Matías Suárez. E aos 45, Paulo Díaz aproveitou escanteio batido e fez de cabeça para deixar tudo igual.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas