Em jogo de pouca emoção, Bahia e Vitória ficam no 0x0 em Pituaçu

esportes
17.03.2021, 19:52:00
Atualizado: 17.03.2021, 20:57:13
Bahia e Vitória desperdiçaram boas chances e ficaram no empate sem gols em Pituaçu (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Em jogo de pouca emoção, Bahia e Vitória ficam no 0x0 em Pituaçu

Empate complica a situação do tricolor no Campeonato Baiano

No segundo Ba-Vi de 2021, Bahia e Vitória não passaram de um empate sem gols na noite desta quarta-feira (17), em Pituaçu, pelo Campeonato Baiano. Tricolores e rubro-negros fizeram um duelo que até ganhou um pouco mais de emoção no segundo, mas os times não conseguiram traduzir em gols as chances criadas. 

Utilizando a equipe de transição, o Bahia amargou mais um clássico sem vencer o Leão na temporada e não conseguiu melhorar a situação no estadual. Com cinco pontos em cinco jogos, o Esquadrão é apenas o sétimo colocado, a três pontos da zona de classificação. 

O Vitória, que ampliou a invencibilidade sobre o tricolor - havia vencido o primeiro clássico do ano, por 1x0, pela Copa do Nordeste -, também soma cinco pontos, porém com dois jogos a menos é o sexto colocado do estadual.

SEM EMOÇÃO
No segundo clássico do ano, o Bahia teve um time totalmente diferente do primeiro Ba-Vi. A equipe de transição, treinada por Cláudio Prates, foi a campo representar o Esquadrão. A novidade ficou por conta da estreia do volante Pablo. 

Do outro lado, Rodrigo Chagas também aproveitou para mudar o Leão e escalou os reforços recém-chegados ao clube. Jogadores como Roberto, Ygor Catatau e Walter foram para o duelo.

O Vitória começou controlando o jogo. Com mais posse de bola, o Leão tentava construir as jogadas pelos lados e por dentro. Com um toque, Walter deixou Catatau de cara com o gol, mas Gustavo Henrique travou na hora do chute e salvou o Bahia.

Enquanto isso, o Esquadrão teve muita dificuldade para passar pela marcação rubro-negra no primeiro tempo. A melhor chance foi na cobrança de falta forte de Bruno Camilo que Lucas Arcanjo fez a defesa.

Em um jogo de pouca emoção, o Bahia voltou a levar perigo já nos acréscimos. Marcelo tentou surpreender o Vitória em contra-ataque, mas o chute foi para fora e a primeira etapa terminou sem gols.

FALTOU CAPRICHO
O Vitória voltou do intervalo com o atacante Samuel, herói do Leão no último Ba-Vi, no lugar do estreante Walter. Pressionando a defesa do Bahia, O rubro-negro criou boa oportunidade logo aos quatro minutos. O próprio Samuel recebeu bom passe, mas de frente com goleiro pegou mal na bola e mandou para fora. 

O tricolor também se lançou ao ataque, buscando os jogadores de lado. Aos 11 minutos, Pablo deu belo lançamento para Gustavo. O atacante invadiu a área, driblou o goleiro Lucas Arcanjo, mas com o gol vazio mandou para fora e perdeu uma chance incrível.

Aos 30 minutos, o meia Gabriel Santiago machucou o joelho e precisou deixar o campo. Rodrigo Chagas colocou Maykon Douglas no jogo, mas foi o Bahia quem continuou pressionando. 

Aos 33 minutos, Lucas Arcanjo salvou no chute forte de Chrystian. Minutos depois foi a vez de Daniel Penha cruzar rasteiro. A bola passou na frente do gol rubro-negro e ninguém apareceu para finalizar.

Já nos minutos finais tanto Bahia quanto Vitória criaram boas chances para abrir o placar, mas faltou capricho e o duelo terminou mesmo empatado em 0x0. 

FICHA TÉCNICA 

Bahia 0x0 Vitória - Campeonato Baiano - 5ª rodada
Local: Pituaçu
Cartão amarelo: Renan Guedes, Felipinho, Raniele, Ignácio (Bahia); Guilherme Rend, Gabriel Bispo, Mateus Moraes e Gabriel Santiago (Vitória)
Arbitragem: Emerson Ricardo de Almeida Andrade, auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira e  Daniella Coutinho Pinto

Bahia: Matheus Teixeira, Renan Guedes, Ignácio, Gustavo Henrique e Felipinho; Pablo (Caio Mello), Raniele (Jeremias) e Bruno Camilo (Luiz Felipe); Daniel Penha, Marcelo (Chrystian) e Gustavo (Fabrício). Técnico: Cláudio Prates. 

Vitória: Lucas Arcanjo, Cedric, João Victor, Mateus Moraes e Roberto (Pedrinho); Gabriel Bispo, Guilherme Rend (João Pedro) e Alisson Farias (Gabriel Santiago) (Maykon Douglas); Ygor Catatau, Walter (Samuel) e David. Técnico: Rodrigo Chagas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas