Em protesto, moradores de São Caetano fecham via e queimam entulho

salvador
23.04.2014, 08:48:00
Atualizado: 23.04.2014, 08:49:33

Em protesto, moradores de São Caetano fecham via e queimam entulho

Os moradores ateiam fogo em pedaços de madeira e entulho, fechando o tráfego de veículos nos dois sentidos da via, em protesto contra a desapropriação de imóveis na área

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um protesto dos moradores do bairro de São Caetano causa um grande congestionamento na região na manhã desta quarta-feira (23). De acordo com informações da Central de Polícia, a manifestação começou por volta das 7h na avenida Nestor Duarte. Cerca de 150 pessoas estão reunidas no local. Elas protestam contra a desapropriação de imóveis na área.

Os moradores ateiam fogo em pedaços de madeira e entulho, fechando o tráfego de veículos nos dois sentidos da via. Segundo a Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador), a manifestação provoca um grande congestionamento que atinge o próprio bairro de São Caetano, além do Largo do Tanque e a avenida San Martin.

A situação é monitorada pela 9ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Pirajá). Ainda segundo a Transalvador, o trânsito flui normalmente nas demais vias da cidade. Há registro de lentidão na avenida Vasco da Gama, sentido Dique do Tororó.

 A capital baiana registrou apenas um acidente com uma pessoa ferida nesta manhã - um atropelo no bairro de Piatã. Por volta das 8h, uma mulher foi atingida por um Celta na região. Ela ficou ferida e foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O estado de saúde dela não foi divulgado. 

Outra manifestação complica o trânsito na avenida Barros Reis. Os moradores da região fecharam a via, sentido Sete Portas, em protesto pela falta de água no local.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas