Em reunião, Petraglia ameaça agredir Bellintani, diz colunista

e.c. bahia
23.07.2021, 16:19:00
Presidente do Bahia é um dos entusiastas da criação de uma liga de clubes (Foto> Felipe Oliveira/EC Bahia)

Em reunião, Petraglia ameaça agredir Bellintani, diz colunista

Clubes se reuniram debater a formação de uma liga nacional

A reunião dos clubes para a formalização de uma liga nacional teve momentos de tensão, nesta quinta-feira (22). De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, chegou a ser ameaçado por Mário Celso Petraglia, presidente do Athletico-PR.

Durante a reunião virtual, Bellintani teria acusado Petraglia de indicar empresas para prestar serviços à liga - que ainda não saiu do papel -, o que foi negado pelo presidente do Athletico.

Logo depois, Guilherme Bellintani teria afirmado que a reunião entre os presidentes deveria acontecer de forma presencial, quando foi rebatido por Petraglia: "Se fosse presencial, já tinha acabado porque eu teria metido a mão na sua cara".

Os ânimos foram acalmados pelos outros cartolas, mas Mário Celso Petraglia deixou a reunião antes do fim. "Peço perdão, mas estou cansado. Não aguento mais os 'euricos" do futebol", disse ele, sem citar nomes.

Procurado através da assessoria do Bahia, Guilherme Bellintani não se pronunciou sobre o assunto. O presidente do Bahia é um dos entusiastas da Liga Nacional formada pelos clubes.

No mês passado, 19 equipes da Série A e as 20 da Série B comunicaram à CBF a criação da Liga Nacional. A ideia é a de que os clubes assumam a organização do Campeonato Brasileiro nas Séries A e B. Na época, o Sport foi o único que não assinou o documento, pois estava sem presidente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas