Empresário é preso por torturar e acusar empregado de furto

brasil
24.02.2020, 14:18:00
Atualizado: 24.02.2020, 14:23:32
Homem ficou com o corpo cheio de hematomas após ser torturado (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Empresário é preso por torturar e acusar empregado de furto

Crime aconteceu em Aparecida de Goiânia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um empresário foi preso em flagrante suspeito de torturar o próprio funcionário. O caso aconteceu em aparecida de Goiânia, Região Metropolitana de Goiânia.

De acordo com a Polícia Civil, o homem acusou o funcionário de furtar R$ 8 mil. O empregado, de 32 anos, nega a acusação e relatou que foi torturado por cerca de quatro horas. Ele contou ainda que ficou com vários hematomas no corpo e que por pouco não foi eletrocutado.

O crime aconteceu no sábado (23). O acusado chegou a registrar ocorrência de furto na delegacia, afirmando que o funcionário havia confessado o crime e gastado todo o dinheiro.

No mesmo dia, o empregado foi até a delegacia e relatou a tortura. Ele contou que não havia pegado o dinheiro, mas, como não suportava mais apanhar, decidiu dizer que tinha cometido o furto.

O agressor foi preso e confessou que havia torturado o funcionário com o intuito de que ele admitisse o furto. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas