Eriksen fala pela 1ª vez após mal súbito: 'Não vou desistir'

esportes
14.06.2021, 14:30:00
Atualizado: 14.06.2021, 14:30:54
Eriksen teve mal súbito durante o jogo da Dinamarca contra a Finlândia na Eurocopa (Jonathan Nackstrand/AFP)

Eriksen fala pela 1ª vez após mal súbito: 'Não vou desistir'

'Ele estava bem disposto, o achei bem', afirmou Martin Schoots, empresário do jogador, ao jornal italiano Gazzetta dello Sport

"Obrigado a todos, não vou desistir". Estas são as primeiras palavras do meia Christian Eriksen, da seleção da Dinamarca, através de seu empresário Martin Schoots, após ter desmaiado em campo no jogo do último contra a Finlândia, em Copenhague, na estreia pela Eurocopa.

O atleta da Internazionale, de 29 anos, fez uma breve declaração ao jornal italiano Gazzetta dello Sport, na qual agradece tudo o que fizeram por ele e garantiu que não vai desistir.

Gazzetta dello Sport traz mensagens de Eriksen para o empresário: "Obrigado a todos. Não vou desistir"
(Foto: Reprodução)

O jogador dinamarquês afirmou que se sente melhor e que quer entender o que aconteceu no estádio Parken. O jogo contra a Finlândia foi interrompido aos 43 minutos do primeiro tempo, depois do meia ter tido um mal súbito e recuperado a consciência ainda no gramado. A partida foi retomada mais de uma hora depois

Schoots afirmou que o jogador está bem disposto, mas ansioso para descobrir o que provocou a parada cardíaca. O empresário recordou a conversa que teve com Eriksen na manhã de domingo (13). "Ele estava bem disposto, o achei bem", disse à edição desta segunda-feira (14) do Gazzetta dello Sport. "Todos nós queremos saber o que aconteceu, ele também. Os médicos estão fazendo exames detalhados, vai demorar", afirmou.

Eriksen, contou o empresário, ficou sensibilizado com as demonstrações de carinho que recebeu. "Chegaram mensagens de todo o mundo", disse Schoots, afirmando que o jogador ficou especialmente sensibilizado pelas mensagens da Internazionale. Não só dos companheiros de equipe, mas também dos torcedores.

"Metade do planeta está em contato conosco, todos estão preocupados", acrescentou. "Agora, deve simplesmente descansar", disse o empresário confirmando que a mulher e os pais de Eriksen estão com ele no hospital em Copenhague.

De acordo com Schoots, o jogador irá permanecer em observação no hospital até pelo menos esta terça-feira (15). "Mas, em qualquer caso, ele quer apoiar os companheiros da seleção no jogo contra a Bélgica", completou.

Um porta-voz da Associação Dinamarquesa de Futebol (DBU, na sigla em dinamarquês) afirmou que a condição de Eriksen era "estável", mas que iria continuar hospitalizado para efetuar exames complementares.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas