"Esquecer o passado e pensar no futuro", aconselha Luiz Candreva

economia
06.12.2018, 06:00:00

"Esquecer o passado e pensar no futuro", aconselha Luiz Candreva

Futurista fala sobre como setor imobiliário deve pensar a reação dos negócios
Para Candreva, o setor imobiliário deve deixar de lado, o medo de errar e apostar na inovação. (Foto: Divulgação)

Natural de São Paulo, o futurista Luiz Candreva resolveu entrar no ramo da inovação quando desistiu de seguir a carreira jurídica após cursar faculdade de Direito. Até  alcançar o sucesso com a ezPark, plataforma de compartilhamento de vagas de estacionamento presente em quatro países, fundar o CoLAB e se tornar uma figura reconhecida em encontros de tecnologia e inovação, precisou aprender, na prática, a importância dos erros e acertos que fazem parte da rotina de um empreendedor. É de olho nas perspectivas de inovação e novos horizontes de negócios aplicados ao mercado imobiliário que Candreva participa da 29ª Convenção Anual da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-BA), nesta quinta-feira (6), no Tivoli Ecoresort Praia do Forte. Antes da aguardada palestra, Candreva bateu um papo com o CORREIO e apresentou algumas de suas ideias sobre como e por qual caminhos as empresas do mercado imobiliário deverão inovar para atender às demandas de um novo público, que está cada vez menos ligado nas posses e priorizando cada vez mais as experiências. Confira, abaixo, os melhores momentos da entrevista. 

O que o público que participará da 29ª Convenção Anual da Ademi-BA deve esperar da sua palestra?
A ideia principal é falar sobre os negócios do futuro, isto é tratar de uma quebra de paradigmas, pois as inovações sempre ocorreram, só que, na atualidade, elas vêm se sobrepondo em uma velocidade cada vez mais rápida, e no mercado imobiliário, as incorporadoras e imobiliárias precisam começar a conviver com o processo de identificar oportunidades e correr riscos.

Na sua opinião, qual o principal obstáculo que o mercado imobiliário vem enfrentando em relação à inovação?
Na minha opinião, se trata mais de um fator interno do que externo, pois o que sinto é que dirigentes e membros do setor em geral por vezes se fecham às inovações e se apegam a modelos de negócios tradicionais pelo medo de errar. Na minha opinião, o brasileiro deve ser mais aberto à possibilidade de errar, não no sentido da displicência ou do descuido, mas no sentido de aprender com os eventuais erros durante a busca por novas soluções e entender que errar faz parte do processo. Com isso não estou diminuindo o gargalo do mercado e o momento de recessão que o país vem atravessando, não há dúvida que esses fatores exercem um impacto direto sobre os negócios, mas creio que está na hora de rever o modelo mental, olhar para as dores corretas e encontrar formas inteligesntes de solucioná-las. Hoje, por exemplo, está evidente que as novas gerações não encaram o comportamento de constituição de patrimônio como as suas antecessoras. Um exemplo disso é a Europa. Lé, 63% dos jovens não têm carteira de habilitação e o percentual é ainda maior para os que não têm carro. E isso não pode ser isolado, é um fenômeno que recai também sobre o mercado imobiliário, que começa a ter a popularização de modelos como o coliving, onde várias pessoas compartilham a moradia, dividindo gastos, ou mesmo formatos de imóveis que se adaptam às necessidades do comprador, como um apartamento sem cozinha para uma pessoa que não tem funcionalidade para esse tipo de espaço e prefere fazer sua alimentação através do delivery. A atual realidade mostra que o ramo imobiliário precisa parar de vender metro quadrado e começar a vender soluções e experiências. Falo isso pois meu pai trabalha no ramo imobiliário e vejo de perto essa resistência natural de modificar os modelos já instituídos. Quem estiver preparado para essa nova onda certamente vai conseguir se destacar.

Você tem visto propostas inovadoras quando o assunto é mercado de imóveis em outros locais do Brasil ou do mundo?
Assumo que não tenho visto nada fora da curva no Brasil. Talvez a Quinto Andar seja um exemplo de inovação nessa área de locação, pois é uma startup que desconstruiu um pouco daquele processo burocrático de avalista e fiador, facilitando a fluidez dos negócios. Mas é um exemplo visível de que não há uma mudança tão drástica em relação ao modelo atual, mas mesmo assim é uma empresa que foi ousada e tem conseguido bons resultados. 

E no exterior?
O que me chamou atenção, mais recentemente, no exterior, foi um aplicativo chamado Trulia, que compila as informações das suas redes sociais, histórico de navegação, locais que você frequenta, lista de amigos, contrói um perfil com base nas suas preferências e indica o bairro e o imóvel ideial de acordo com as suas características. Ou seja, além de ser uma opção prática e intuitiva, torna aquele processo chato e demorado de pesquisa da busca por imóvel em uma atividade rápida e prazerosa (para o comprador).

Quais são os destinos do futuro do mercado imobiliário, na sua opinião?
Lembra da frase “não fale com estranho”? Hoje você entra no carro de um estranho (Uber), dorme na casa de um estranho (AirBnb), compra na mão de estranhos (E-commerce). O comportamento mudou. As novas gerações estão se afastando de certos conceitos de posse e as demandas de mercado estão fazendo surgir diversas oportunidades, que precisam ser identificadas pelas empresas do mercado. Com isso acredito que os caminhos em direção ao sucesso passam pela ideia de esquecer o passado e pensar no futuro.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/conheca-revelacao-do-sertanejo-que-e-considerada-a-nova-marilia-mendonca/
Maria Clara já fez parcerias com artistas como Aldair Playboy, Gabriel Diniz e Jonas Esticado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mente-sa-corpo-sao/
Práticas integrativas, alternativas e complementares à medicina tradicional auxiliam na prevenção e tratamento de doenças
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/filho-de-pm-e-morto-apos-discussao-por-conta-de-bar-em-feira-veja-video/
Estudante de Direito, vítima trabalhava há três anos como segurança
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/time-sub-23-do-vitoria-se-apresenta-na-toca-para-disputar-baianao/
Equipe tem velhos conhecidos como Caíque, Cedric, Nickson e atacante Luan
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vale-a-pena-investir-na-toyota-hilux-flex/
Confira um vídeo que analisa a versão bicombustível da picape média mais vendida
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/filipina-e-escolhida-como-miss-universo-2018-veja-fotos/
Coroação aconteceu na madrugada deste domingo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-como-foi-a-vitoria-do-lyon-sobre-o-monaco-pelo-frances/
Em parceria com DAZN, CORREIO transmitiu duelo da 18ª rodada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-entrevista-carolina-dieckmann-diz-que-ja-beijou-mulher/
Ela também disse que nunca usou botox e que se acha mais bonita hoje do que quando mais nova
Ler Mais