Estilista celebra mês da mulher negra latino-americana e caribenha com editorial

entretenimento
18.07.2020, 12:29:00
Atualizado: 18.07.2020, 13:05:30
(Fotos: Henrique Costa)

Estilista celebra mês da mulher negra latino-americana e caribenha com editorial

Lú Samarato se inspirou na história de amor de orixás Oyá e Xangô

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma jovem, oriunda do rio Níger, após colocar muitos reis aos seus pés, caídos de amor, encontra o reino mais rico e aprende não só a dominar o poder dos raios como ganha o coração do monarca mais poderoso de todos: o deus do trovão. Além de conquistar o que queria, ela encontra o que muita gente deseja: o amor verdadeiro.

Essa história é narrada no editorial Níger – Tribo do Fogo, África de Xangô e Oyá, assinado pelo estilista baiano Lú Samarato. “O trabalho foi inspirado nas histórias que escutei quando criança, sobre os orixás Oyá e Xangô. Na força e na estética afro, criando a representação de amor e afeto, uma descoberta pelo novo, luz e ancestralidade”, explica o criativo, para depois complementar: “Esse editorial foi feito também para celebrar o mês da mulher negra latino-americana e caribenha e veio para reafirmar o compromisso da marca com mercado afro-baiano”.

A modelo Rafaela Britto no editorial de moda de Lú Samarato

Inspiração de moda

De acordo com o estilista, as criações foram pensadas desde os trespassados no peito, simbolizando os caminhos percorridos por Oyá, como o tecido africano, representação da origem, e o vermelho, que remete ao fogo/amor. “As pinturas corporais simbolizam as marcas do tempo, símbolo da resistência desse povo da tribo de fogo. O dourado traz a riqueza”, completa.

O modelo Caio Bôuças no editorial de moda de Lú Samarato

Lú Samarato (@lu_samarato) assina a criação e styling do editorial, que teve produção de moda de Cristiana Brito (@britocristiana32), acessórios de NegaLú (@negalu_acessorios) e Malikáfrica (@malikafrica), maquiagem Ateliê Iasmin Lima (@atelieiasminlima), cabelo Studio de Beleza Cris Silva (@studiodebelezacs01). Os modelos Caio Bôuças (@caioboucas) e Rafaela Britto (@rafaela_britto0) foram dirigidos e fotografados por Henrique Costa (@iamhenriiq). Apoio: Ateliê Casa 9 (@ateliecasa9). “O editorial foi feito pensando em mesclar os conceitos de moda e ancestralidade, assim, pude criar uma linguagem urbana e contemporânea para as roupas e toda produção”, explica Samarato.

A marca Lú Samarato, neste momento de isolamento social, segue ativa nas redes sociais, se fazendo presente através do seu criador que participa de lives, redes parceiras e outras formar de compartilhamento nas mídias digitais.

Clique na galeria e confira mais fotos do editorial:

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas