Estreia dos filmes sobre o caso Von Richthofen é adiada

entretenimento
12.03.2020, 15:51:00
Atualizado: 12.03.2020, 15:51:56
Carla Diaz e Leonardo Bittencourt são protagonistas dos filmes (Divulgação)

Estreia dos filmes sobre o caso Von Richthofen é adiada

Produção dos dois longas alegou que neste momento a saúde o e bem-estar do público é prioridade

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os filmes A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, sobre o caso Von Richthofen, teve sua estreia adiada por conta da pandemia do novo  coronavírus. Previsto para chega às telas no dia 19 de março,  o longa deve estrear em 2020, mais ainda sem data definida.  "A saúde e o bem-estar do público são prioritários para a Galeria Distribuidora e a Santa Rita Filmes", afirmaram em nota os produtores, acrescentando que  lamentam por qualquer desconforto.

Com roteiro de Ilana Casoy e Raphael Montes, os filmes são baseados nos autos do julgamento de Suzane von Richthofen, Daniel e Cristian Cravinhos pelo assassinato dos pais de Suzane, Marísia e Manfred. Os longas vão estrear juntos, apresentando a visão de Suzane (Carla Diaz) e de Daniel (Leonardo Bittencourt) para a história que chocou o país.

Antes do assassinato dos pais de Suzane, o jovem casal namorou durante pouco mais de três anos. No elenco estão também Allan Souza Lima (Cristian Cravinhos), Kauan Ceglio (Andreas von Richthofen), Leonardo Medeiros (Manfred von Richthofen), Vera Zimmermann (Marísia von Richthofen), Debora Duboc (Nadja Cravinhos), Augusto Madeira (Astrogildo Cravinhos), entre outros.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas