Estreia nesta terça o 1º Prêmio Bienal de Artes Visuais Professora Malie Matsuda

entretenimento
05.11.2018, 09:15:00
Atualizado: 05.11.2018, 09:20:27
Tempestade, Autora F. Soraia (Foto: Divulgação)

Estreia nesta terça o 1º Prêmio Bienal de Artes Visuais Professora Malie Matsuda

A ideia é premiar as melhores obras de arte feitas por recém graduados do Curso de Artes Plásticas, da UFBA

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Para premiar os mais novos talentos recém formados da Escola de Belas Artes (EBA) da UFBA, a instituição realiza nesta terça (6), às 19h, no Segundo Pavimento do Palacete das Artes, a abertura da exposição que escolherá as melhores obras feitas por alunos nos últimos anos da escola. A exposição fará parte da primeira edição do Prêmio Bienal de Artes Visuais Professora Malie Matsuda. A exposição seguirá em cartaz até o dia 9 de dezembro, quando a comissão julgadora e os visitantes deverão decidir quais obras merecem receber o prêmio. Serão 19 artistas visuais participando da mostra que reúne mais de 30 obras entre pinturas, esculturas, desenhos, gravuras, instalações, performances, colagens e vídeos.
 
Proposto por Sr. Martin Kung e organizado pela  diretora da EBA, a professora doutora Nanci Santos Novais, o Prêmio pretende incentivar a formação do artista visual, estimular a produção das artes visuais na Bahia e contribuir para a valorização da arte contemporânea no cenário cultural brasileiro. Além de dar visibilidade ao Curso de Artes Plásticas da EBA-UFBA, o segundo mais antigo do Brasil, atualmente referência nacional, avaliado em 2018 com nota máxima do MEC.
 
“São obras que revelam a qualidade, a atualidade e a diversidade de linguagens da produção destes novos artistas, jovens antenados à adversidade do mundo contemporâneo, às mudanças significativas no sistema das artes e abertos à inclusão de novos procedimentos do fazer artístico, conscientes de que a dinâmica e os processos artísticos culturais não são apenas entretenimento, mas, também e, principalmente, veículo para aprimoramento pessoal, cognitivo e produtivo”, destaca Nanci Novais, reforçando que “o prêmio é uma importante atitude de reconhecimento da necessidade e relevância que a arte tem para o desenvolvimento sócio/cultural da humanidade”.

Olhar vigilante, de Tatiane Viana
Olhar vigilante, de Tatiane Viana (Foto: divulgação)
Tempestade, de F. Soraia
Tempestade, de F. Soraia (Foto: divulgação)
Instalação intitulada Caleidoscópio, de Sol Barros
Instalação intitulada Caleidoscópio, de Sol Barros (Foto: divulgação)

 

Serviço

O que: 1º Prêmio Bienal de Artes Visuais Professora Malie Matsuda

Quando: Nesta terça-feira (6), até 9 de dezembro

Onde: Segundo Pavimento do Palacete das Artes

Entrada: Gratuita

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas