Ex-lateral do Bahia é preso por posse de drogas e embriaguez ao volante

esportes
13.03.2019, 17:10:43

Ex-lateral do Bahia é preso por posse de drogas e embriaguez ao volante

Régis Souza já foi detido após confusão em motel e por invadir casa de vizinha

O lateral-direito Régis Souza, que atualmente defende o São Bento-SP, foi preso nesta quarta-feira (13) sob a acusação de posse de drogas e embriaguez ao volante, em Sorocaba, interior de São Paulo. O atleta, que atuou pelo Bahia em 2017, foi abordado por policiais militares quando tentava deixar um posto de combustível em uma avenida na zona norte da cidade visivelmente alterado. 

O jogador teria resistido à abordagem e acabou sendo levado para o plantão da Polícia Civil. Em sua carteira, foi encontrada uma porção de pó branco semelhante à cocaína. Como não concordou em fazer o teste do bafômetro, o atleta foi encaminhado para a coleta de material para exame em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Régis foi contratado pelo São Bento após passagens pelo São Paulo, CSA e Bahia, onde fez parte do elenco no segundo semestre de 2017, mas sem ser muito aproveitado.

Régis Souza quando foi anunciado no Bahia, em junho de 2017 (Foto: ECBahia/Divulgação)

No clube de Alagoas, ele havia marcado dois gols em sete jogos disputados, mas se envolveu em uma polêmica extracampo, quando se envolveu numa confusão em um motel de Maceió, e foi dispensado.

Ele também já foi detido, em 2018, por ameaça e violação de domicílio - invadiu o apartamento de uma vizinha.

O lateral de 28 anos chegou ao clube de Sorocaba em 27 de fevereiro, prometendo ajudar o time a se recuperar na briga contra o rebaixamento no Campeonato Paulista. 

O São Bento é lanterna da competição com apenas quatro pontos e está ameaçado de cair. Recém-chegado, Régis ainda não tinha atuado pela equipe. Ele mora no alojamento do clube e, segundo outros jogadores, não passou a noite no local. 

Na manhã desta quarta, ele era esperado para o treino da equipe, visando ao jogo de sexta-feira, contra o Red Bull Brasil, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Por conta da prisão, o atleta não participou da atividade. No início da tarde, o presidente do São Bento, Márcio Dias, compareceu ao plantão policial para acompanhar o caso. Havia expectativa de que fosse fixada uma fiança para a liberação do atleta. 

Após ser dispensado pelo São Paulo em 2018, Régis admitiu problemas com drogas. O lateral já havia jogado pelo São Bento anteriormente. Também teve passagens pelo Guarani, Ponte Preta e Portuguesa, entre outros times.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas