Fabrício Lemos é o primeiro chef confirmado no centro gastronômico do Centro Histórico

ronaldo jacobina
05.07.2022, 05:00:00

Fabrício Lemos é o primeiro chef confirmado no centro gastronômico do Centro Histórico

(Divulgação)
Fabricio Lemos planeja abrir dois novos empreendimentos na Rua Chile

O chef Fabrício Lemos é o primeiro nome confirmado no Centro Gastronômico do Palácio Tira-Chapéu, na Rua Chile, empreendimento do  empresário Antônio Mazzafera - dono do Fera Palace Hotel e de outros imóveis na Rua Chile - que está previsto para ser inaugurado em 2023 reunindo vários restaurantes. A proposta para sua nova casa, segundo o chef, é um espaço de comidinhas rápidas, preparadas por ele à frente do cliente, bem ao estilo nova-iorquino. Também para o ano que vem, Lemos planeja abrir seu sonhado boteco, também na Rua Chile, onde já comanda o Omí (Fera Palace). “Estou aguardando a reforma de um prédio lá perto para montar o boteco que funcionará no térreo do imóvel”, conta. 

(Divulgação)
O jornalista Claudio Leal está em busca de um escrito raro de Caetano

Escritos
Os jornalistas baianos Rodrigo Sombra e Claudio Leal estão preparando uma antologia com mais de 50 artigos e ensaios sobre cinema assinados por Caetano Veloso em diversas publicações. A obra, que sairá pela editora Companhia das Letras no primeiro semestre de 2023, integra o pacote de homenagens pelo aniversário de 80 anos do cantor e compositor que será festejado em agosto. 

Procura-se
A dupla já reuniu praticamente todos os escritos, mas segundo Claudio Leal, ainda falta encontrar a edição número 08 da revista Afirmação, editada pelo professor Hélio Rocha, no inicio dos anos 1960, onde Caetano publicou um artigo. Caso alguém tenha um exemplar e queira contribuir com o trabalho da dupla, pode entrar em contato com a coluna pelo e-mail ronaldojacobina@gmail.com. A história e os autores agradecem.  

(Divulgação)
Margareth Menezes regravou Malandragem do repertório de Cássia Eller

Disco tributo
A cantora Margareth Menezes é uma dos três baianos que participam do álbum tributo a Cássia Eller, cujo primeiro volume acaba de ser lançado nas plataformas digitais. A cantora regravou para o disco Cássia Reggae – Volume 1, a música Malandragem, um dos maiores sucessos de Eller. De acordo com a baiana, o convite para participar do álbum partiu de Fernando Nunes (seu ex-músico) e foi gravada em setembro de 2021 no estúdio WR, em Salvador. “Foi uma honra fazer essa homenagem a esta artista gigante que tive o privilégio de tê-la como amiga e que faz muita falta a todos nós”. 

Irmãos na cozinha
Os irmãos e chefs de cozinha Ruy e Geovane Carneiro voltam a sua terra natal, Conceição do Coité, para cozinhar para seus conterrâneos nos dias 8, 9 e 10 de julho, no restaurante Casa do Chef, comandado por Ruy, que pilotou a cozinha do Chez Bernard por quase uma década. Geovane, que é o subchef do DOM, em São Paulo, do premiado Alex Atala, promete um grande encontro à mesa.

(Foto: Paulo Vitale)
Geovane Carneiro é subchef do DOM

Em alta
E por falar em Geovane Carneiro, o baiano acaba de ser clicado para a segunda edição do livro CHEF, do fotógrafo paulista Paulo Vitale. A primeira edição será lançada no próximo dia 8 de agosto, em São Paulo e já conta com três baianos lá: Tereza Paim, Lisiane Arouca e Fabrício Lemos. 

(Divulgação)
João Eça com a filha Maria e esposa Alexandra

Oxente!
O plenário da Assembleia Legislativa da Bahia ficou lotado de amigos de João Eça Pinheiro, diretor do Tivoli Praia do Forte, na última sexta-feira (1º) quando o português recebeu o título de Cidadão Baiano. No seu discurso, que começou com um “oxe”, o novo baiano provou que está afinado com o baianês usando várias expressões do nosso “dialeto” local. Após o brunch, no prédio anexo, que teve  mini shows de Magary Lord e Alexandre Peixe, Eça seguiu com a família e alguns amigos para um almoço - que entrou pela noite - na Casa Lisboa, no Jardim Apipema. 

Retorno
Após dois anos sem acontecer, o Flow Festival confirma edição para o próximo dia 9 de julho (sábado), a partir das 16h, no Trapiche Barnabé. O evento, inspirado nos movimentos artísticos da Califórnia (EUA) nos anos 1970, terá as participações de  Melly, a nova revelação baiana do Soul e R&B, a banda Lombreta, os pernambucanos da Academia da Berlinda e a multiartista DJ Belle. Vai rolar também oficinas de arte urbana e iniciação de skate. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas