Federer sofre virada e é eliminado do Aberto da Austrália

esportes
20.01.2019, 15:32:10
Atualizado: 20.01.2019, 15:40:53
(Foto: Jewel Samad/AFP)

Federer sofre virada e é eliminado do Aberto da Austrália

Tenista perdeu por 3 sets a 1 para o grego Stefanos Tsitsipas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em jogo muito disputado neste domingo, Roger Federer perdeu de virada por 3 sets a 1 para o grego Stefanos Tsitsipas, com parciais de 6/7 (11/13), 7/6 (7/3), 7/5 e 7/6 (7/5). O resultado classificou o jovem de 20 anos, 17 mais novo do que o suíço, para disputar as quartas de final do Aberto da Austrália.

"Não consigo descrever, sou o homem mais feliz do mundo neste momento", disse Tsitsipas logo depois da partida, que durou 3h45.

O grego não se intimidou contra um adversário consagrado e mostrou que sabe fazer com eficiência o jogo de saque e voleio, característico de gerações mais antigas do tênis, como comentou o entrevistador, e ex-tenista, John McEnroe.

Tsitsipas explicou como conseguiu defender 12 break points contra Federer. "É muito importante, ter uma mente agressiva e não pensar muito nas consequências, pressionar desde o começo, não perder a paciência, foi a chave para salvar essas quebras. O apoio da torcida também foi importante. Nunca tinha visto uma torcida tão alta, a atmosfera foi indescritível", comentou.

McEnroe afirmou que o grego pareceu demonstrar desde o começo do duelo que acreditava na vitória.

"É importante manter a confiança, crer nas próprias habilidades como jogador. Tenho muito respeito pelo Federer, é uma lenda do esporte. Sempre o idolatrei. Estar na quadra Rod Laver com ele é um sonho para mim", respondeu Tsitsipas.

Federer, terceiro colocado no ranking da ATP, vai perder pelo menos três posições, para Alexander Zverev, Juan Martin del Potro e Kevin Anderson, uma vez que o suíço só defendeu 180 pontos dos 2.000 que conquistou pelo título na Austrália em 2018.

Atual número 15 do mundo, Tsitsipas tem de descontar apenas dez e já garantiu 360 pelo avanço às quartas de final.

Na próxima fase, o jovem vai enfrentar o espanhol Roberto Bautista, que neste domingo saiu vitorioso de batalha contra o croata Marin Cilic, por 3 sets a 2, em 3h58 de partida, parciais de 6/7 (6-8), 6/3, 6/2, 4/6 e 6/4.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas