Feirão imobiliário da Ademi-Ba movimenta R$ 44 mi em 2 dias

Imóveis
19.09.2016, 09:31:00
Atualizado: 19.09.2016, 09:35:35

Feirão imobiliário da Ademi-Ba movimenta R$ 44 mi em 2 dias

O salão, que tem caráter anual, não foi realizado em 2015 devido às crises política e econômica que afetaram fortemente o setor da construção civil em todo o Brasil

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Associação dos Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-Ba) informou ontem que, entre a sexta-feira e o sábado, 87 unidades residenciais foram vendidas no feirão de imóveis organizado pela entidade, movimentando R$ 44,2 milhões.

O Salão de Imóveis da Ademi-Ba é o maior feirão de imóveis de Salvador e este ano contou com a participação de 38 empresas que colocaram 3,5 mil imóveis à venda, com preço mínimo de R$ 125 mil e máximo de R$ 1,5 milhão.

O salão, que tem caráter anual, não foi realizado em 2015 devido às crises política e econômica que afetaram fortemente o setor da construção civil em todo o Brasil. Em Salvador, a crise foi ainda mais aguda devido à insegurança jurídica causada pela desatualização do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) e da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo (Louos).

As duas leis que atualizam estes códigos foram recentemente sancionadas pela Prefeitura de Salvador, trazendo a segurança esperada pelo setor, que também se sentiu mais estimulado pelos primeiros sinais de recuperação da economia surgidos após a conclusão do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.

Esses fatores levaram a entidade a classificar o feirão deste ano como o marco da retomada do setor imobiliário na capital baiana. Ainda segundo a Ademi, nas primeiras 48 horas do Salão, 3.653 pessoas visitaram o evento e os imóveis mais procurados foram os de dois e três quartos. O balanço final do salão, que foi encerrado às 20 horas de ontem, deve ser divulgado ainda hoje.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas