Festival do Teatro Brasileiro traz espetáculos de Brasília a Salvador

entretenimento
05.05.2022, 09:00:00
Dois Mundos, da Companhia Luminato (divulgação)

Festival do Teatro Brasileiro traz espetáculos de Brasília a Salvador

Durante três semanas, haverá oficinas, residência, ações educativas e rodada de negócios 

De 11 a 29 de maio, a cena teatral do Distrito Federal estará nos palcos dos teatros Vila Velha e Gregório de Matos e na periferia da capital, nos Espaços Culturais Boca de Brasa Cajazeiras, Subúrbio 360 e CEU Valeria. As atividades integram a XXI edição do  Festival do Teatro Brasileiro (FTB), que trará espetáculos teatrais e realizará residência artística, oficinas de dramaturgia, ações educativas para alunos da rede pública, encontros informais entre artistas do Distrito Federal e da Bahia,  intercâmbio entre as universidades e rodadas de negócios. 

O Festival do Teatro Brasileiro, a cada edição, escolhe uma unidade da federação para intercambiar com outro estado um conjunto de ações, para além da apreciação de espetáculos, como atenção à formação de novo público e qualificação profissional, sempre com o viés da democratização e inclusão. O projeto, ao longo das suas 20 edições, sistematizou um novo modelo de circulação, aproximação e celebração cultural.

Os espetáculos 
Oito espetáculos do Distrito Federal serão encenados em Salvador, realizando 16 apresentações. São eles : “2 Mundos”, “Afeto”, “Bubuia”, “Depois do Silêncio”, “Encerramento do Amor”, “Iara”, “O Circo dos Irmãos Saúde” e “Os Beatniks, em A Gaivota”. Além disso, a Residência Artística Teatro para Bebês e as Oficinas Teatro de Sombras e de  Improvisação Irmãos Saúde apresentarão seus resultados. 

2 Mundos - Inspirado na colonização da América e dos territórios do mundo todo, o espetáculo 2 Mundos conta a história do encontro de duas culturas opostas, onde se revelam os sentimentos e motivações mais profundas da humanidade. Quando no embate das diferenças explode a luta pela vida, a morte de um jovem acontece trazendo uma nova esperança. 

Afeto - A afetividade, ou melhor, a falta de afetividade tornou- se palco de grandes indagações. Desde os contextos da infância, adolescência e vida adulta, diversas mulheres negras têm relatos muito convergentes de como suas relações com afeto foram fragilizadas por dinâmicas e comportamentos racistas. “Afeto”  coloca em cena histórias que denunciem e transparecem a ótica destas mulheres. 

Bubuia -  Inspirada na obra “A Terceira Margem do Rio”, de Guimarães Rosa, o Coletivo Antônia estreou Bubuia. Em cena, baldes, bacias e balões, corpos e sons desenham o curso de um rio, nesta que é a primeira incursão do  Coletivo Antônia no Teatro para Bebês. 

Bubuia (divulgação)

Depois do Silêncio -  Este espetáculo de dança é baseado em fatos reais da vida da menina Helen Keller (1880-1968), que perde a sua visão e audição com poucos anos de idade e vive em um mundo totalmente apartado até a chegada da professora Anne Sullivan. A partir do encontro, Anne começa a árdua tarefa de ensinar libras tátil e fazer com que Helen aprenda a se comunicar com o mundo exterior. 

Encerramento do Amor - A peça é a versão brasiliense da obra “Clôture de l'Amour” do dramaturgo francês Pascal Rambert. Em cena, um amor que vive seus últimos suspiros diante do público, através de um duelo de palavras. A melhor maneira de colocar em questão a capacidade de escuta, de diálogo, de compreensão e acolhimento do outro. 

Iara - O Encanto das Águas - Um índio sonha com uma mulher sobrenatural. Ao acordar, ele vai ao encontro de um sábio Pajé para busca de entender quais são os mistérios dessa mulher, descobrindo assim a história de Iara, a sereia brasileira. Contada quase sem palavras e tendo a música como elemento central, a natureza mística ganha vida por meio das luzes e das sombras projetadas no espetáculo.

O Circo dos Irmãos Saúde - Ankomárcio Saúde e Ruiberdan Saúde são amigos, irmãos e palhaços, que usando de elementos de esquetes tradicionais, temperadas com manobras acrobáticas e números de malabares, exercitam a incrível e maravilhosa arte da convivência. 

Os Beatniks, em “A Gaivota” - Os Beatniks, um grupo de teatro que não existe, se aventura na montagem do clássico russo “A Gaivota” de Anton Tchekhov. Numa grande desordem, quatro atores jogam com a realidade e a ficção, tratando a obra de arte como se fosse um brinquedo na mão de crianças irresponsáveis. 

Para informações de datas, horários e locais dos espetáculos, acesse : http://festivaldoteatrobrasileiro.com.br

Residência e Oficinas 
Com inscrições abertas até esta sexta-feira (6), serão realizadas na XXI edição do  Festival do Teatro Brasileiro – FTB as oficinas Teatro de Sombras e Improvisação Irmãos Saúde e a Residência Teatro para Bebês. As oficinas e a residência acontecerão  no Teatro Gregório de Mattos, na Praça Castro Alves, Centro, no Espaço Cultural Boca de Brasa Subúrbio 360, em Coutos e no Espaço Cultural  Boca de Brasa Subúrbio Cajazeiras.

Residência Teatro Para Bebês (primeiros anos) – Bebelume - Será realizada de forma intensiva uma imersão na criação para os primeiros anos. Através da confrontação com temas mobilizadores para os artistas, serão construídas pequenas cenas teatrais,  pensadas para estabelecer um diálogo com crianças de zero a quatro anos de idade.

Público-Alvo - Artistas interessados na experimentação artística para os primeiros anos. 

Oficina de Improvisação - Palhaço Arte e Ofício - Irmãos Saúde - Os Irmãos Saúde, Ankomárcio Saúde e Ruiberdan Saúde, compartilharão ferramentas e tecnologias que contribuem na criação e adaptação de números, habilidades e espetáculos para serem apresentados na rua.
Público-Alvo
Artistas, estudantes de arte, trupes e grupos de teatro e circo com interesse em estudar e praticar técnicas da arte de rua.

Oficina Teatro de Sombras - Ministrada pela dupla fundadora da Cia Lumiato, Thiago Bresani e Soledad Garcia, apresenta os componentes básicos desse tipo de encenação: luz e sombra. O público terá a oportunidade de conhecer os diferentes estilos de teatro de sombras, desde a tradição oriental até os nossos dias. 

Público-Alvo - Educadores de todos os níveis, estudantes universitários, diretores, bailarinos, atores, bonequeiros, cenógrafos, iluminadores, artistas visuais, músicos, cineastas, psicólogos, publicitários, comunicadores, e contadores de histórias. Classificação indicativa - 18 anos 

Para inscrições acesse : http://festivaldoteatrobrasileiro.com.br/index.php/cena-df-bahia/atividades-paralelas-df-bahia/
Saiba mais sobre a programação da XXI edição do  Festival do Teatro Brasileiro – FTB

Encontros com público e artistas 
Com o propósito de qualificar a plateia, além da apresentação dos espetáculos haverá bate-papos com elenco após apresentações e ações educativas para alunos da rede pública. Os encontros informais entre artistas do Distrito Federal e da Bahia proporcionarão uma rica troca de experiências, que virá também do intercâmbio entre as universidades. Por fim, nas rodadas de negócios com a participação de representantes de festivais de artes cênicas do estado se poderá fechar acordos comerciais que propiciarão a circulação de espetáculos da Bahia e do Distrito Federal. 

Promoção do Intercâmbio nas artes cênicas brasileira 
Na estrada desde 1999, o Festival do Teatro Brasileiro vem contribuindo para o desenvolvimento da cena teatral brasileira. Ações variadas que atingem um universo complexo de atores sociais culturais geram reflexão e desdobramentos relacionados à importância desta integração e o desenvolvimento da produção de Artes Cênicas no Brasil. Promovem-se impactos sociais, profissionais, culturais e econômicos. O formato FTB se aproxima de um sistema de cultura e ocupa o espaço de ação de complementação de políticas de estado.  

A cada etapa, um ou mais estados têm a chance de conhecer o produto cultural de outro estado brasileiro. Já foram apresentadas as Cenas Baiana, Cearense, Pernambucana, Paraibana, Mineira, Gaúcha, Paranaense e do Distrito Federal para 17 estados: Acre, Alagoas, Pará, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Sergipe, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Goiás. Ao longo das 20 edições, foram realizadas 615 apresentações de 192 espetáculos, com público superior a 258 mil espectadores. 

Um total de 45.700 crianças e jovens da rede pública de ensino participaram, gratuitamente, dos programas educativos promovidos; cerca de 2180 profissionais e graduandos frequentaram as oficinas e residências; e foram gerados mais de 2800 empregos temporários.

Histórico da Cena Baiana
O Teatro Baiano, inspiração para a criação do projeto, foi apresentado em  seis das 20 edições do FTB. Em 1999, 2001, 2002 e 2004, os espetáculos baianos foram apresentados no Distrito Federal. Em 2008, a Cena Baiana, foi levada aos pernambucanos. Em 2009, a circulação foi pelo Ceará, Fortaleza e Crato,  e em São Luís, no Maranhão. Em 2014, o FTB, retomou a Cena Baiana com apresentações em Rio Branco e Cruzeiro do Sul, no Acre; Campo Grande, no Mato Grosso do Sul; e Vitória, Vila Velha e Cachoeiro de Itapemirim, no  Espírito Santo.  Em São Paulo, as apresentações foram na capital e em Bauru.

O FTB circulou com 44 espetáculos da Bahia: Abismo de Rosas, Oficina Condensada, A Bofetada, Lábios que Beijei, Idiotas que Falam outra Língua, Quem Matou Maria Helena, R$1,99, Ensina-me a Viver, Umbiguidades, Bispo, Clarice, Francisco, Todas as Horas do Fim, PlayBack,  Ulisses, Aroeira,  Da Ponta da Língua à Ponta do Pé, Estrelas do Orinoco, Deus Danado, Shopping and Fucking, Ó,PAI,Ó!,  Áfricas,  Chuá, O Indignado,   Sebastião,  Redimunho,  Cabaré da RRRRRaça, Amesa, O Sapato do Meu Tio, Os Javalis, Batata,  Entre Nós – uma comédia sobre a diversidade, Remendo Remendó, Seu Bomfim , Amnesis, O Circo de Solenildo, Ícaro, Joelma, A Arte de Matar Galinha, O Corpo Pertubador e Exu – a Boca do Universo. 


https://www.instagram.com/ftbrasileiro/

https://www.facebook.com/Festival-do-Teatro-Brasileiro-FTB-105256365495324

http://festivaldoteatrobrasileiro.com.br/

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas