Fifa vai definir, em 2024, as sedes da Copa do Mundo de 2030

esportes
24.10.2019, 14:40:21
Atualizado: 24.10.2019, 15:13:05
O troféu da Copa do Mundo (Shutterstock/Reprodução)

Fifa vai definir, em 2024, as sedes da Copa do Mundo de 2030

Há candidaturas de grupos de países, que terão seis anos para se prepararem

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os anfitriões da Copa do Mundo de 2030 terão seis anos para preparar o torneio. O Conselho da Fifa decidiu em uma reunião nesta quinta-feira (24) que o processo de definição da sede terá início em 2022, com a votação final ocorrendo no congresso da entidade agendado para 2024.

Há planos confirmados de três candidaturas: do Marrocos, com a possibilidade de Argélia e Tunísia se unirem a ele; de Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile, pela América do Sul; e também de Bulgária, Grécia, Romênia e Sérvia juntas.

As quatro nações britânicas - Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte - estão conduzindo um estudo de viabilidade com a Irlanda sobre a possibilidade de apresentarem uma candidatura. Mas eles podem enfrentar oposição dentro da Europa, com Espanha e Portugal também considerando a possibilidade de uma proposta conjunta.

Com a votação tendo sido realizada em 2010, o Catar tem 12 anos para se preparar para sediar a Copa do Mundo de 2022. O torneio de 2026 será organizado em conjunto por Estados Unidos, Canadá e México, depois de terem sido escolhidos em 2018 no Congresso da Fifa.

A próxima grande votação da Fifa sobre seus torneios será em maio de 2020, quando o Conselho decidirá o destino do Mundial feminino de 2023. Os oito países interessados são Argentina, Austrália, Brasil, Colômbia, Japão, Nova Zelândia, África do Sul e Coreia do Sul. Eles devem apresentar os detalhes das candidaturas para sediar o torneio, que passará a contar com 32 seleções, em 13 dezembro.

A reunião do Conselho da Fifa também decidiu ampliar o investimento no futebol feminino para US$ 1 bilhão (aproximadamente R$ 4 bilhões) nos próximos quatro anos.

Além disso, definiu as sedes de três torneios masculinos a serem disputados em 2021: o Mundial Sub-20 foi agendado para a Indonésia, o Peru organizará o Mundial Sub-17 e o Mundial de futebol de areia vai ser no Peru. E Tóquio receberá o 71º Congresso da Fifa em maio de 2021.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas