Figueirense não entra em campo e perde por W.O. na Série B

esportes
20.08.2019, 22:52:00
Atualizado: 20.08.2019, 22:52:21
Só o time do Cuiabá e a equipe de arbitragem entraram em campo (Cuiabá / Reprodução Twitter)

Figueirense não entra em campo e perde por W.O. na Série B

Jogadores do time catarinense protestam devido a atrasos de pagamento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


A promessa dos jogadores de não entrarem em campo na noite desta terça-feira (20) por falta de pagamento dos salários se concretizou e o Figueirense perdeu por W.O. para o Cuiabá. A partida válida pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro seria realizada na Arena Pantanal, na capital do Mato Grosso.

A delegação alvinegra deixou Florianópolis na segunda-feira com destino a Cuiabá depois de quatro dias sem treinar. Os jogadores avisaram à diretoria que só entrariam em campo quando as contas fossem colocadas em dia. O elenco não recebeu o salário de julho e os últimos dois meses de direito de imagem.

Os jogadores chegaram atrasados na Arena Pantanal e ficaram aguardando no vestiário por uma negociação do advogado Filipe Rino com o departamento jurídico do clube. A exigência era que a diretoria assinasse um documento prometendo pagar tudo até o dia 28 de agosto, além de não promover retaliação com qualquer atleta.

"No final da noite foi aberto diálogo entre o jurídico do clube e o advogado Filipe Rino, mas sem avanços. Não houve o cumprimento de nenhuma das exigências dos atletas (pagamento dos salários e Imagem dos atletas, salários de atletas da base, funcionários do clube)", anunciou o próprio Filipe Rino.

Sem acordo, os jogadores do Figueirense deixaram a Arena Pantanal. Já o árbitro carioca Pathrice Wallace Corrêa Maia precisou esperar 30 minutos para anunciar o fim da partida e dar a vitória ao Cuiabá por 3 a 0. O resultado coloca o time mato-grossense na sétima colocação da Série B, com 26 pontos.

Além de ser declarado perdedor, o Figueirense vai ser denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no artigo 203 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por "deixar de disputar, sem justa causa, a partida" e a multa é de R$ 100 a R$ 100 mil. Se o clube perder mais uma partida por W.O. nesta Série B, ele será excluído da competição e rebaixado para a Série C.

Em comunicado oficial, a diretoria do clube catarinense apontou os jogadores como os únicos responsáveis pelo W.O. "O Figueirense Futebol Clube comunica que a decisão de promover o W O. na partida da Série B do Campeonato Brasileiro desta terça-feira, 20 de agosto, contra o Cuiabá, em Mato Grosso, é exclusiva dos jogadores profissionais relacionados para o confronto", registrou o clube. "Vale ressaltar que a comissão técnica se apresentou normalmente para a disputa e o setor de logística do Alvinegro promoveu todos os procedimentos prévios para entrada em campo dos atletas."

Após um bom início, tanto que brigou pelas primeiras colocações até a décima rodada, o Figueirense passou a ser prejudicado por conta da questão extra-campo e já são oito jogos sem vitória. A sequência negativa o colocou em 13º lugar, com 20 pontos, a três da zona de rebaixamento. O próximo jogo está marcado para sábado, contra o CRB, em Florianópolis, pela 18ª rodada.

O futebol do Figueirense vem sendo comandado pela empresa Elephant desde 2017 e desde então sofre com problemas financeiros. No final de julho, o técnico Hemerson Maria entregou o cargo e disparou contra o presidente Cláudio Honigman. As categorias de base do clube também estão sendo afetadas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-festeja-40-anos-com-live-repleta-de-convidados/
Any Gabrielly, Léo Santana, Zaac, Hungria Hip Hop, Lore Improta, Bera e Dennis DJ estarão na festa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nivus-ja-rodamos-na-bahia-com-o-novo-suv-da-volkswagen/
Em vídeo, apresentamos as primeiras impressões sobre o veículo que tem piloto automático inteligente e detector de fadiga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-zidane-renata-fan-recebe-parabens-de-david-beckham-assista/
Ex-jogador inglês enviou mensagem que foi reproduzida no ‘Jogo Aberto’, da Band
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pf-cumpre-mandados-contra-quadrilha-que-fraudou-mais-de-r-4-milhoes-do-inss/
O grupo é investigado por, pelo menos, 80 benefícios previdenciários suspeitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/5-filmes-que-voce-deve-assistir-para-apreciar-as-trilhas-de-ennio-morricone/
Compositor, que morreu aos 91 anos, era grande nome da música no cinema
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netos-de-luiz-gonzaga-divulgam-nota-de-nojo-por-uso-de-musica-em-live-de-bolsonaro/
Jair Bolsonaro convidou o presidente da Embratur para tocar durante a live da última quinta
Ler Mais