Fim de semana terá 80% de chances de chuva na capital; Marinha alerta para ventos fortes

salvador
18.07.2020, 07:45:00
Atualizado: 18.07.2020, 07:48:45
(Marina Silva/CORREIO)

Fim de semana terá 80% de chances de chuva na capital; Marinha alerta para ventos fortes

Frente fria deve começar a se afastar neste sábado (18), mas ainda deixa o tempo mais frio

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Salvador registrou a temperatura mais baixa de 2020 na madrugada dessa sexta-feira (17), ao chegar a 20,8ºC, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). E a Defesa Civil de Salvador (Codesal) estima que a temperatura deve permanecer baixa para os padrões baianos durante este fim de semana e que a probabilidade de chuva é alta neste sábado (18) e domingo (19).

“Teremos um fim de semana ainda chuvoso por influência da frente fria que já começa a se afastar nesse sábado, mas que deixa resquícios na cidade”, afirma o diretor geral da Codesal, Sosthenes Macêdo. Ele lembra que a equipe da Codesal ficará em alerta 24 horas pelo telefone 199.

A probabilidade de chuva será de 80%, de acordo com um boletim divulgado pela Codesal. Mesmo com a alta possibilidade de chuva, Jacinto Chagas, presidente da Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab), informou que a programação de travessias em lanchas de Salvador para a ilha de Mar Grande segue em seu ritmo normal durante o fim de semana. “Se até amanhã não houver nenhuma determinação da Capitania dos Portos, vai funcionar tudo normalmente. Sem nenhuma alteração”, afirma.

Nessa sexta-feira, a Marinha emitiu um comunicado alertando que a previsão é de ventos de até 60 km/h na faixa litorânea da Bahia, entre Caravelas e Salvador, até a noite de domingo (19). O sistema poderá ocasionar agitação marítima com ondas, em alto-mar, de até 3,5 metros de altura.

Segundo a meteorologista Cláudia Valéria, que trabalha no Inmet, a temperatura da madrugada de sexta (17) é comum nessa época do ano.

"A gente não tem uma indicação de que o tempo vai baixar ainda mais. É claro que sempre existe uma pequena possibilidade, já que a cidade já apresentou temperaturas abaixo disso. Mas, o mais comum durante o inverno é termos mínimas na casa dos 20ºC, não menos que isso ”, explica Cláudia. 

Com as chuvas prolongadas desde quinta-feira (16), a Codesal recebeu 74 chamadas para verificar ocorrências na cidade, nenhuma delas com consequências graves. “Se a chuva perdurasse constantemente, poderia trazer maiores transtornos. Só que, além de ser uma chuva fina, ela foi indo e voltando várias vezes e não causou maiores problemas”, explicou Shostenes.

* Com orientação da subeditora Clarissa Pacheco

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas