Fim de uma era: Renato Gaúcho não é mais técnico do Grêmio

esportes
15.04.2021, 15:58:00
Atualizado: 15.04.2021, 20:33:16
Renato Gaúcho deixa o Grêmio após mais de quatro anos (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Fim de uma era: Renato Gaúcho não é mais técnico do Grêmio

Treinador estava no comando da equipe há mais de quatro anos e meio

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Renato Gaúcho não é mais o técnico do Grêmio. O treinador, de 58 anos, deixou a equipe nesta quinta-feira (15), horas após a eliminação na terceira fase da Libertadores, para o Independiente del Valle. De acordo com o clube, a decisão foi "em comum acordo com a direção".

Contratado em setembro de 2016, Renato estava no comando do tricolor gaúcho há quatro anos e sete meses. É o técnico da elite do futebol brasileiro que ocupou o cargo por mais tempo. No início de março, ele havia renovado contrato até o fim da temporada 2021. 

"O Grêmio agradece o profissional pela sua dedicação, sua passagem vitoriosa com conquistas importantes, lealdade à  instituição e por ter sido o técnico mais longevo no comando da casamata gremista", disse o clube, em nota.

O técnico, que ainda se recupera da covid-19, não esteve à beira do campo nas duas derrotas para o Del Valle, ambas por 2x1. Nas ocasiões, a equipe foi comandada pelo auxiliar Alexandre Mendes, que também deixa o Grêmio, assim como Victor Hugo Signorelli. Com a eliminação, o tricolor disputará a Sul-Americana.

O treinador da equipe de transição, Thiago Gomes, assume provisoriamente o comando.

Em sua terceira passagem, Renato conquistou os títulos da Copa do Brasil (2016), da Libertadores (2017), da Recopa Sul-Americana (2018), de três estaduais (2018, 2019 e 2020) e uma Recopa Gaúcha (2019). Ele se tornou o técnico com mais jogos na história do Grêmio e ganhou uma estátua na Arena do clube. Foram 308 partidas, sendo 161 vitórias, 82 empates e 65 derrotas. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas