Flamengo ganha do Athletico-PR com show de Bruno Henrique

esportes
13.10.2019, 19:08:00
Atualizado: 13.10.2019, 20:31:42
Em tarde inspirada, Bruno Henrique marca os dois gols da vitória do Flamengo contra o Athletico-PR (Alexandre Vidal/Flamengo)

Flamengo ganha do Athletico-PR com show de Bruno Henrique

Time carioca sustentou a vantagem de oito pontos sobre o vice-líder, agora o Palmeiras

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em tarde inspirada de Bruno Henrique, que marcou dois gols, um deles de letra, o Flamengo emplacou a terceira vitória seguida no Brasileirão ao bater o Athletico-PR por 2x0, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 25ª rodada do campeonato.

Invicto há 11 jogos no Brasileirão - além de três na Copa Libertadores -, o Flamengo sustentou a vantagem de oito pontos sobre o vice-líder Palmeiras (58 a 50). Por outro lado, o Athletico-PR perdeu uma invencibilidade de cinco partidas e estacionou nos 35 pontos.

A partida começou equilibrada, mas o Flamengo aproveitou duas saídas erradas do Athletico-PR com Wellington e Léo Pereira para levar perigo. Faltou acertar o gol. A resposta veio em finalização de Thonny Anderson. Diego Alves defendeu com segurança.

Aos 18 minutos, Lucas Silva, uma das novidades de Jorge Jesus, foi derrubado por Léo Pereira dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. No entanto, o juiz Bráulio da Silva Machado voltou atrás depois de conferir o lance no VAR.

O Athletico-PR quase abriu o placar em cabeçada de Thiago Heleno Diego Alves se esticou todo e fez grande defesa. A resposta carioca veio aos 38 minutos. Lucas Silva foi até a linha de fundo e cabeceou com perigo para fora.

Quando parecia que o primeiro tempo terminaria empatado sem gols, o Athletico-PR "entregou" o gol para o Flamengo aos 44 minutos. Sem querer dar chutão, a defesa abusou da troca de passes dentro da área e o goleiro Léo, ao tentar acionar Wellington, deu a bola nos pés de Bruno Henrique. O atacante não desperdiçou e fez seu décimo gol no Brasileirão.

Irritados com o erro, os torcedores passaram a vaiar o goleiro a cada toque na bola. Ainda antes do intervalo, o Athletico-PR teve duas oportunidades de empatar, mas parou em Diego Alves.

Logo no início do segundo tempo, Willian Arão vacilou e perdeu a bola para Thonny Anderson, que invadiu a área e parou em Diego Alves. Na sequência, aos 4, Rony cruzou e Thonny Anderson desviou de primeira pela linha de fundo. O Athletico-PR jogava pelo lado direito em cima de João Lucas, que substituiu Rafinha no intervalo.

Preocupado com a queda de rendimento do time, Jorge Jesus, que recebeu o cartão amarelo por reclamação, colocou Thuler no lugar de Rhodolfo. Em seu primeiro lance, o zagueiro fez falta em Rony e foi amarelado. A blitz do rubro-negro paranaense continuava.

Com o rival todo em cima, o Flamengo aos poucos foi achando espaços e criando boas chances. Everton Ribeiro, dentro da área, mandou para fora após troca de passes. A vitória carioca foi confirmada aos 45 minutos. Renê cruzou rasteiro e Bruno Henrique, de letra, deu números finais à partida com um toque de classe.

O Athletico-PR volta a campo na quinta-feira (17), contra o Fluminense, às 21h, no Maracanã, no Rio de Janeiro. O Flamengo enfrenta o Fortaleza às 20h da quarta-feira (16), na Arena Castelão, em Fortaleza.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas