Flamengo perde para o Athletico-PR e fica mais longe da liderança

esportes
24.01.2021, 19:08:13
Abner comemora o gol do Furacão (José Tramontin/ Athletico)

Flamengo perde para o Athletico-PR e fica mais longe da liderança

Rubro-negro carioca levou 2x1

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ainda sonhando com o bi no Campeonato Brasileiro, o Flamengo foi à Arena da Baixada, neste domingo (24), em Curitiba, pela 32ª rodada, e até fez um jogo equilibrado. No entanto, apresentou sérios problemas defensivos e acabou sendo derrotado por 2 a 1 pelo Athletico-PR.

Com o resultado, os visitantes ficam na terceira colocação com 55 pontos - Internacional, com 62, e São Paulo, com 58, aparecem à frente, mas fizeram uma partida a mais. Também focados no título, Atlético-MG, com 54, Palmeiras e Grêmio, com 51, são outros que ainda estão com jogos atrasados.

Os donos da casa, por outro lado, pulam para o 11.º lugar com 42 pontos, dentro da faixa de classificação para a Copa Sul-Americana de 2021 e praticamente se livram do risco de descenso.

O duelo começou com o Athletico-PR recuado, dando a bola ao Flamengo, que não conseguia ser incisivo. Tanto foi assim que a primeira boa chegada aconteceu apenas aos 20 minutos. Carlos Eduardo recebeu na direita e bateu forte, parando em Hugo Souza. No rebote, Renato Kayzer finalizou e também ficou no goleiro do Flamengo.

O Athletico-PR conseguiu abrir o placar na sequência. Aos 24 minutos, Nikão cruzou da direita, mandando na medida para Abner Vinícius fechando na segunda trave. Ele pegou de primeira e estufou as redes visitantes. Aos 29, o lateral-esquerdo quase ampliou em lance similar. Dessa vez, porém, o arqueiro carioca protagonizou grande defesa.

Acuado naquele momento, o Flamengo chegou ao empate com Gustavo Henrique. Aos 33 minutos, Arrascaeta cruzou falta da intermediária, o zagueiro subiu mais que todo mundo e testou para dentro do barbante. Renato Kayzer, aos 42, cabeceou no contrapé de Hugo Souza após infração, mas o goleiro flamenguista fez um "milagre".

A etapa complementar teve bem menos intensidade. Tanto é que houve poucas chances. Um bom momento atleticano saiu aos seis minutos, em cobrança de falta de Nikão que Hugo Souza pegou sem maiores problemas.

A resposta flamenguista saiu aos 17 minutos com Diego, batendo à direita do gol defendido por Santos. Christian, aos 25, arriscou do meio de campo, vendo Hugo Souza adiantado. O goleiro carioca, porém, conseguiu voltar e fazer a intervenção.

Quando tudo parecia indicar o empate, os donos da casa chegaram à vitória. Aos 37 minutos, após jogada em velocidade, Khellven fez cruzamento preciso para Renato Kayzer, que, na altura da marca do pênalti, pegou de primeira e não deu chances de defesa para Hugo Souza.

O Flamengo volta a campo nesta quinta-feira, às 20 horas, quando vai à Arena do Grêmio, em Porto Alegre, para enfrentar o Grêmio, em partida atrasada pela 23.ª rodada. Já pela 33.ª, os cariocas encaram o Sport, às 20 horas do próximo dia 1.º, uma segunda, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. No domingo, o Athletico-PR duela com o Ceará, às 19 horas, na Arena Castelão, em Fortaleza

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas