Fred sofre injúria racial durante clássico entre United e City

esportes
07.12.2019, 18:27:00
Atualizado: 07.12.2019, 18:27:14
Fred no momento em que tentava cobrar o escanteio (Oli Scarff/AFP)

Fred sofre injúria racial durante clássico entre United e City

Brasileiro do Manchester United foi chamado de macaco

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O meia Fred foi vítima de ofensas raciais neste sábado (7), durante o clássico entre sua equipe, o Manchester United, e o Manchester City, válido pelo Campeonato Inglês. A partida, disputada no estádio do City, terminou com vitória dos visitantes por 2x1.

Durante o segundo tempo, quando o United vencia por 2x0, Fred se preparava para cobrar um escanteio quando em que torcedores do City atiraram objetos em sua direção - ele foi atingido por um, mas não se machucou. Naquele momento, um torcedor do time da casa imitou um macaco para ofender o brasileiro. As imagens foram registradas pela transmissão da partida e se espalharam rapidamente pelas redes sociais.

Cerca de meia hora após o fim do clássico, o City emitiu um comunicado em que comenta a prática criminosa dentro de seu estádio e afirma estar colaborando com a polícia de Manchester para identificar o torcedor que ofendeu Fred.

"O Manchester City está ciente de vídeos que estão circulando e aparentemente mostram um torcedor fazendo gestos racistas durante o segundo tempo da partida contra o Manchester United, na tarde deste sábado. Dirigentes do clube já estão trabalhando com a polícia de Manchester para ajudá-los a identificar o indivíduo e tomar as providências cabíveis", diz o clube um trecho do comunicado.

Segundo o City, assim que o torcedor for identificado ele será proibido de assistir aos jogos do clube no estádio. "O Manchester City trabalha com um programa de tolerância zero em relação a qualquer tipo de discriminação. Qualquer um que for considerado culpado de racismo será banido do clube pelo resto da vida".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas