Geoparque de Morro do Chapéu

sustentabilidade
23.11.2018, 15:05:43
Atualizado: 23.11.2018, 15:11:34

Geoparque de Morro do Chapéu

O programa de Geoparques da Unesco, iniciado em 2001, destaca áreas geográficas únicas que conectam a herança geológica com aspectos do patrimônio natural e cultural, aumentando a conscientização, a compreensão e estimulando o desenvolvimento local sustentado.

Em 2004, 17 geoparques europeus e 8 chineses se reuniram na sede da Unesco, em Paris, para formar o Global Geopark Network - GGN [www.globalgeopark.org]. Em 2015, os 195 Estados-Membros da Unesco ratificaram a criação dos Geoparques Globais, expressando o reconhecimento governamental.

Atualmente existem 140 Geoparques em 38 países. O Geoparque da Chapada do Araripe, Ceará, coordenado pelo prof. Eduardo Guimarães, é o primeiro das Américas e único no Brasil. O Geoparque do charmoso município de Morro do Chapéu (MC) [geoparkmorrodochapeu.com.br], em formação na Chapada Diamantina da Bahia, será o segundo do país.

Envolvendo e reeducando a comunidade para reinterpretação dos seus ativos paisagísticos e ambientais, geoparques atraem os conceitos inovadores da economia circular,  gerando novas riquezas e rendas. Nesta era disruptiva da “eco-nomia digital” a internet das coisas e o blockchain ajudarão a mostrar ao mundo o patrimônio paleontológico (pinturas rupestres) de Morro do Chapeu, o valor do vento (atlas eólico) e da radiação solar (atlas solarimétrico).

Esse rico patrimônio baiano que encantou diretores do Smithsonian Institute [www.si.edu], maior museu do mundo, sediado em Washington, poderá ser exibido nos EUA, atraindo universidades, centros de pesquisas e fundos de investimentos interessados na chamada sustentabilidade de resultados; onde os ativos paleontológicos, naturais e culturais são preservados, valorados, precificados e monetizados, estimulando a economia circular local.

Com adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS 2030 [www.agenda2030.com.br] da ONU, junto com o Geoparque, e a criação do Instituto Tecnológico de Morro do Chapéu - ITMC, privado e sem fins lucrativos, constituído por empresários e cidadãos locais; o município se prepara para escrever a história do seu futuro.

Reeducando crianças, jovens e adultos através de inovadoras tecnologias digitais; escolas, universidades e empresas estão sendo transformadas em vetores de sustentabilidade, revelando valores antes pouco observados e não mensurados.

Quanto vale, por exemplo, o vento que sopra na Chapada Diamantina? Valorando, precificando e monetizando as jazidas de vento, a Enel Green Power formou o parque eólico Morro do Chapéu, com investimentos de 380 milhões de dólares (830 GWh por ano), gerando novas riquezas, trabalhos, impostos e incentivando a economia local. “As operações de Morro do Chapéu formam um novo e importante marco na consolidação da nossa presença eólica no Brasil”, disse o italiano Antonio Cammisecra, presidente global da Enel Green Power (EGP), que criou cursos profissionalizantes para a comunidade e apoia a orquestra local de Morro.

Marcos Meireles, presidente da Rio Energy, investidora em Morro do Chapéu, foi palestrante do South America Energy Week 2018, evento realizado em Buenos Aires para 315 top executivos, afirma no seu site: "Somos um grupo comprometido com o futuro sustentável por meio do desenvolvimento, construção e operação de projetos de geração de energia renovável com altos padrões de qualidade, criando valor social e econômico para as comunidades locais e parceiros."

Interessados no potencial agro-hidro-pecuário de Morro do Chapeu, a Embaixada de Israel, em Brasília, já articula com os seus centros de pesquisa, também focados em recursos hídricos e energias renováveis, uma parceria com o ITMC. Representante do Instituto Volcani israelense, um dos maiores centros de pesquisa agrícola do mundo, já foi convidado para conhecer os potenciais locais e indicar formas de cooperação.

Junto com o Geoparque de Morro do Chapéu, as empresas, os investidores e a rica história do seu filho ilustre, coronel negro de origem pobre, Francisco Dias Coelho (início do século XIX), que se tornou o homem mais rico do sertão baiano e continua vivo na sua estátua na entrada da cidade, poderão ser apresentados ao mundo através do Smithsonian Institute e divulgados pelo Discovery Channel. A aceleração da história faz parecer que estamos cada vez mais próximos desse esperado momento.

*É diretor do WWI-Worldwatch Institute no Brasil. eduathayde@gmail.com



Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/duda-beat-apresenta-sua-sofrencia-pop-pela-primeira-vez-em-salvador/
A pernambucana foi considerada a artista revelação do ano pela APCA
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mae-defende-mulher-que-agrediu-menino-baiano-no-afa-do-momento/
Ela usa como justificativa, ainda, que a criança teria xingado sua filha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/alunos-da-ufba-apresentam-purificador-de-agua-que-usa-luz-solar-para-investidores/
Projeto Aqualuz é um dos destaques de evento na USP, nesta sexta (14)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/casal-baiano-e-condenado-nos-eua-por-participar-de-sequestro-do-neto/
Carlos e Jemima Guimarães pegaram penas consideradas brandas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nao-da-para-acreditar-diz-mae-de-crianca-baiana-agredida-por-adultos-em-brasilia/
Vídeo mostra momento em que o pai segura o menino para que o filho bata  
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/taylor-swift-anuncia-reputation-stadium-tour-na-netflix/
O material será disponibilizado na noite do ano novo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ana-canas-faz-show-intimista-e-expressivo-na-caixa-cultural/
Cantora paulista apresenta repertório exclusivo com músicas do novo disco Todxs, de hoje a domingo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-visual-deslumbrante-aquaman-e-um-otimo-filme-de-fantasia/
Aquaman não tem medo de abraçar totalmente o espírito das HQs e tem imagem aérea de 1 segundo da região do Farol da Barra, em Salvador
Ler Mais