Grande vencedor do Oscar ganha expansão em livro

entretenimento
06.03.2018, 13:00:00
(Foto: Divulgação)

Grande vencedor do Oscar ganha expansão em livro

Escrito pelo próprio roteirista e diretor Guillermo Del Toro, livro traz detalhes curiosos não vistos nas telas

O grande vencedor do Oscar 2018, que acumulou 13 indicações e levou o principal prêmio da noite – de Melhor Filme –, ganha agora uma versão para além das telas. A Forma da Água vira versão extendida de si no lançamento do livro homônimo. Resultado da colaboração entre o diretor do filme, Guillermo Del Toro (também de O Labirinto do Fauno), e o norte-americano Daniel Kraus, a obra promete trazer para os leitores inúmeras surpresas, mesmo para os que devoraram o longa mais de uma vez. O romance, que traz ilustrações do artista James Jean, chega ao Brasil pela editora Intrínseca e já está à venda nas maiores livrarias do país. 

Com 352 páginas, a obra impressa fica por R$ 39,90, enquanto a versão e-book pode ser adquirida por R$ 24, 90.

Poesia no cinema
Elisa Esposito, uma mulher órfã e muda, leva uma vida monótona como faxineira de um centro de pesquisas espaciais em Baltimore, nos Estados Unidos, durante a Guerra Fria. Até que descobre, em um dos laboratórios, um homem-anfíbio mantido em cativeiro. Logo, Elisa encontra formas de se comunicar com a estranha criatura e vê crescer o seu afeto por ela. Mas, se para a jovem faxineira o homem-peixe representa esperança e salvação, para Richard Strickland, um frustrado oficial do governo americano, aquele ser monstruoso precisa ser subjugado, dissecado, exterminado. Confira trailer:



A trama acaba sendo um grande compilado metafórico que foca em críticas sociais diversas, mostrando o quão atual pode ser uma trama que aborda os preconceitos do passado. Fazendo ode aos que se consideram "fora das caixas", a fantástica e angustiante caminhada de amor vivida por Elisa ganhou mais três estatuetas do Oscar, além da de Melhor Filme. Na lista: Melhor Diretor, Design de Produção e Trilha Sonora Original.

Livro promete mais críticas sociais e entrelinhas poéticas, sendo uma soma do que pôde ser visto nos cinemas
(Foto: Capa/Divulgação)

Somas nas páginas
Fiel aos detalhes já propostos no longa, o livro revela mais detalhes da mitologia do homem-anfíbio, descreve em minúcias a perigosa expedição empreendida por Strickland para capturá-lo e abre espaço para novas informações sobre os personagens secundários. Com mistura de elementos de contos de fadas, suspense e terror, A Forma da Água em formato de linhas, promete outras tantas entrelinhas poéticas e críticas para quem abrir as novas páginas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas