Grêmio e River Plate já decidiram título na Fonte Nova

esportes
30.10.2018, 07:00:00
Atualizado: 30.10.2018, 11:30:13

Grêmio e River Plate já decidiram título na Fonte Nova

Torneio contou ainda com Vitória e Fluminense; nesta terça, times decidem vaga na final da Libertadores

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Clássico sul-americano, Grêmio e River Plate decidem nesta terça-feira (30), em Porto Alegre, quem seguirá na busca pelo quarto título da Copa Libertadores. O histórico do duelo já teve um palco incomum: a Fonte Nova.

Em 1972, a capital baiana foi o cenário do torneio amistoso Taça Cidade de Salvador, disputado por Vitória, Fluminense, Grêmio e River Plate, maior campeão argentino na época - e ainda hoje.

Os quatro times se enfrentaram em um quadrangular no qual quem somasse mais pontos seria declarado campeão. Na última rodada, Grêmio e River Plate fizeram na Fonte Nova um duelo direto pelo título. 

Contando com o jovem Valdir Espinosa na lateral direita e o lateral-esquerdo Everaldo, titular da Seleção do tri em 1970, no México, o Grêmio venceu os argentinos por 1x0 e ficou com a taça. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Loivo, aos sete minutos do primeiro tempo. O encontro entre Grêmio e River Plate na Fonte Nova foi o único dos dois times fora de Buenos Aires ou do Rio Grande do Sul.

Um detalhe curioso da participação do River Plate no torneio é que o técnico do time argentino era o brasileiro Didi, bicampeão do mundo com a seleção brasileira nas Copas de 1958 e 1962. Ainda em 1972, Didi deixou o River Plate e seguiu para o Fenerbahçe, da Turquia.   

Anfitrião da competição, o Vitória, que era treinado por Jair Rosa Pinto, terminou na terceira colocação, com três pontos - na época, um triunfo valia dois pontos. Durante a campanha, o rubro-negro estreou com derrota para o River Plate por 2x1, e o gol do Leão foi marcado pelo ídolo Mário Sérgio. Na sequência, o time baiano empatou em 0x0 com o Grêmio e venceu o Fluminense por 1x0. Todos os jogos foram disputados na Fonte Nova. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas