Grupos especiais se apresentam no Campeonato Estadual de Quadrilhas Juninas

entretenimento
20.06.2019, 22:05:00
Atualizado: 21.06.2019, 12:18:39
Apresentação da Imperatriz do Forró (Arisson Marinho/CORREIO)

Grupos especiais se apresentam no Campeonato Estadual de Quadrilhas Juninas

Com figurinos luxuosos e cenários elaborados, sete equipes animaram o bairro de Periperi

Pense em um clima que misturava alegria, euforia e muita expectativa. Com quase cinco mil espectadores, a Praça da Revolução, em Periperi, foi tomada de vez pelo clima de São João.

Na tarde de ontem, o bairro recebeu a 12ª edição do Campeonato Estadual de Quadrilhas Juninas da Bahia, que reuniu sete grupos na categoria especial. Além do título, as equipes disputavam uma vaga na competição regional, que acontece neste domingo em Recife, e na etapa nacional, que será sediada em Brasília, no fim do mês de julho.

E quem levou a honra de representar a Bahia nas competições foi o grupo Cia da Ilha, da cidade de Vera Cruz, que levou para a pista de apresentação o tema Promessas. Em segundo lugar ficou a quadrilhas Asa Branca, do bairro do Cabula, e em terceiro a Furto do ABC, que representou a Liberdade.

Grupo Xiado do Xinelo se apresentando com o tema Favela na Praça da Revolução (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Mas a apresentação das quadrilhas não se limitou ao tradicional arrasta-pé nordestino e houve ótimas surpresas, incluindo fantasias de luxo, que às vezes lembravam escolas de samba.

Outro grupo que estava na disputa foi a equipe Xiado do Xinelo, que inovou e levou o tema “favela”, fazendo uma mistura do forró com o funk carioca. Com sede em Caculé, a 780km de distância de Salvador, o grupo se preparou durante quase seis meses entre ensaios e construção do enredo.

"É uma tarefa muito difícil julgar. Todas têm um compromisso com o que querem apresentar. O campeonato é muito nivelado, todos são muito bons", Karina de Faria, jurada da competição

Para Danilo Zader, 22 anos, que, além de cuidar das roupas e coreografia, foi o rei da quadrilha da Xiado, o momento logo após a apresentação era só de agradecimento: “Sentimento de gratidão, dever cumprido. A gente luta para fazer esse espetáculo. Mas no fim de tudo só resta essa sensação, de que, independente do resultado, deu tudo certo”. A rainha da coreografia, Paulina Rocha, 17, conta que sua participação no campeonato é a união de duas paixões que vem da infância. “Sempre gostei tanto do São João quanto da dança. Por isso, já o meu segundo ano aqui”, contou.

Com o tema Fênix: Uma Semente do Amanhã, a Imperatriz do Forró animou o público nas arquibancadas (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Sobre a temática, as equipes não pouparam os estudos para desenvolver o enredo. Queridinha do público, principalmente por ter sede no próprio bairro de Periperi, a Imperatriz do Forró apostou em um tema que falava sobre o amor e o ódio e fazia críticas à falta de investimento na arte. 

“É o tema mais atual que as quadrilhas trouxeram, e eu gosto de trabalhar com temas atuais. A política está falhando muito, o investimento na cultura é falho. É preciso esse incentivo para os jovens e adolescentes, porque todos aqui se dedicam com muito amor”, afirma Armani Celebridade, 29, que é jornalista, diretor artístico e presidente da Imperatriz.
Amanhã, os grupos de acesso disputam a vaga no campeonato especial, que classifica cinco equipes.

*com orientação do editor Roberto Midlej


Componente da Xiado do Xinelo
Componente da Xiado do Xinelo ((Foto: Arisson Marinho/CORREIO))
Armani Celebridade com seu figurino da Imperatriz do Forró
Armani Celebridade com seu figurino da Imperatriz do Forró ((Foto: Arisson Marinho/CORREIO))
Rei e rainha da Xiado do Xinelo, Danilo e Paulina
Rei e rainha da Xiado do Xinelo, Danilo e Paulina ((Foto: Arisson Marinho/CORREIO))
Mistura de samba e forró marcaram as apresentações
Mistura de samba e forró marcaram as apresentações ((Foto: Arisson Marinho/CORREIO))
Paulina Rocha como rainha da Xiado
Paulina Rocha como rainha da Xiado ((Foto: Arisson Marinho/CORREIO))
Coreografia durante a apresentação da quadrilha
Coreografia durante a apresentação da quadrilha ((Foto: Arisson Marinho/CORREIO))

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas