Guto Ferreira diz que estatísticas do Ceará 'não valem de nada'

esportes
07.05.2021, 17:33:00
Atualizado: 07.05.2021, 17:33:33
Guto Ferreira, técnico do Ceará (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Guto Ferreira diz que estatísticas do Ceará 'não valem de nada'

Vovô enfrenta Bahia neste sábado (8) pela decisão da Copa do Nordeste

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Na véspera da decisão da Copa do Nordeste, entre Bahia e Ceará, a competição promoveu uma entrevista coletiva com os técnicos das duas equipes, Guto Ferreira e Dado Cavalcanti, além dos jogadores Rodriguinho e Richard. A final está marcada para às 16h deste sábado (8), no Castelão.

O Ceará venceu por 1x0 o duelo de ida, e chega precisando de um empate para se sagrar tricampeão invicto. O Vozão tem a melhor defesa do torneio e ainda é dono de uma enorme invencibilidade no regional: são 23 jogos seguidos sem perder. A última derrota foi nas quartas de final de 2019, contra o Náutico.

Apesar das boas estatísticas, para o técnico Guto Ferreira, elas não valem de nada, se o trabalho dentro de campo não for feito.

"A coesão do grupo, a mentalidade de trabalhar sempre em equipe e buscar sempre fazer o melhor, se preparar... agora todas essas estatísticas não valem nada, se não fizermos nossa parte dentro de campo, nos 90 minutos. Com todo respeito ao Esporte Clube Bahia, nós temos que fazer mais 90 minutos melhor do que fizemos no primeiro, para podermos alcançar o nosso objetivo, que é ganhar mais uma vez a Copa do Nordeste", disse.

Veja outros trechos da entrevista de Guto e do goleiro Richard:

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas