Hamilton sobra em Abu Dabi e encerra a temporada com vitória

esportes
01.12.2019, 15:29:00
Atualizado: 01.12.2019, 15:30:07
Hamilton fechou a temporada com mais um título na Fórmula 1 (Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP)

Hamilton sobra em Abu Dabi e encerra a temporada com vitória

Campeão, inglês largou na pole e conquistou mais um GP na Fórmula 1

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O hexacampeão Lewis Hamilton passeou neste domingo ao vencer de ponta a ponta o GP Abu Dabi, a última corrida do ano, para fechar a temporada de 2019 da Fórmula 1 com mais uma vitória e ficar perto de igualar o recorde de triunfos do alemão Michael Schumacher.

O inglês da Mercedes ostenta 84 vitórias em sua carreira e está agora a sete de igualar Schumacher, o maior vencedor da categoria. Hamilton encerrou o ano pontuando em todas as corridas e ainda alcançou no circuito de Yas Marina o Grand Chelem, expressão usada quando um piloto vence de ponta a ponta largando da pole e marca a melhor volta.

"Eu estou orgulhoso e muito grato a esta equipe, muito obrigado a todos aqui e em casa. Esse carro é uma obra de arte", disse o hexacampeão, mantendo seu discurso de gratidão à Mercedes.

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, terminou em segundo e ficou com terceiro lugar geral no campeonato. O pódio foi completo pelo monegasco Charles Leclerc, mas o piloto da Ferrari ainda pode ser punido por uma possível irregularidade na quantidade de combustível em seu carro.

Hamilton sobrou em Abu Dabi, mas não foi o único a ter destaque. Seu companheiro Valtteri Bottas fez uma corrida espetacular. Depois de lagar em último em razão de uma punição por troca de motor, o finlandês, que foi o vice-campeão neste ano, empilhou ultrapassagens e chegou em quarto lugar, à frente do tailandês Alexander Albon, da Red Bull, e do alemão Sebastian Vettel da Ferrari.

O mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, o britânico Lando Norris, da McLaren, o russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso, e o espanhol Carlos Sainz, da McLaren, completaram o Top 10.

DESPEDIDAS
Nico Hulkenberg e Robert Kubica correram pela última vez na principal categoria do automobilismo mundial. O alemão da Renault ficou perto de terminar na zona de pontuação, mas acabou fechando a prova em 12º, e o polonês da Williams foi o 19º e último colocado.

Como presente de despedida, Hulkenberg ganhou a votação pública de "Piloto do dia", em votação popular promovida pela Fórmula 1.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas