Hamilton vence GP da Espanha com facilidade

esportes
16.08.2020, 16:45:00
Atualizado: 16.08.2020, 16:45:17
Lewis Hamilton lidera toda a prova do GP da Espanha (AFP)

Hamilton vence GP da Espanha com facilidade

Piloto inglês fica a 3 vitórias de Schumacher

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Lewis Hamilton voltou a triunfar na Fórmula 1 com uma performance praticamente impecável. Na liderança durante toda a prova, o britânico conseguiu segurar Max Verstappen, sua principal ameaça, controlando a diferença entre os dois com muita tranquilidade para vencer o GP da Espanha neste domingo (16). O holandês terminou em segundo, à frente de Valtteri Bottas, no Circuito da Catalunha, em Montmeló.

Ao vencer a quarta corrida em seis disputadas nesta temporada, Hamilton ampliou a vantagem na liderança do Mundial de Pilotos para 37 pontos em relação a Verstappen, segundo colocado, à frente de Bottas, o terceiro. Nos arredores de Barcelona, o britânico da Mercedes triunfou pela quinta vez, sendo quatro de forma consecutiva, e é o maior ganhador da pista.

O hexacampeão mundial conquistou a 88ª vitória na Fórmula 1 e está a três de igualar o recordista Michael Schumacher. Em relação ao número de pódios, o britânico já superou o alemão. Ele soma 156 na categoria e ultrapassou o ex-piloto da Ferrari.

"Estou muito feliz. Fomos muito bem na pista e acertamos a estratégia", celebrou Hamilton, para na sequência dar um recado aos fãs em relação aos cuidados contra o coronavírus. "Gostaria de agradecer a todos na fábrica e dizer olá para quem estiver vendo de casa nesses tempos difíceis. Mantenham-se seguros e continuem usando máscaras", acrescentou.

Verstappen se consolidou como principal ameaça da Mercedes neste ano, senão a única. Depois de vencer a última prova em Silverstone, o holandês fez uma boa corrida em Barcelona desde o início. Na largada, o piloto da Red Bull ultrapassou Bottas e conseguiu manter a segunda posição até o fim. O finlandês da Mercedes completou o pódio e levou um ponto extra pela volta mais rápida.

A Racing Point colocou seus dois pilotos entre os cinco primeiros. O mexicano Sergio Pérez, que voltou a correr depois de duas provas fora por ter testado positivo para o coronavírus, cruzou a linha de chegada em quarto, mas foi punido por não respeitar bandeiras azuis e terminou atrás do canadense Lance Stroll, seu companheiro de equipe.

O espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren foi o sexto colocado, seguido por Sebastian Vettel, que mostrou evolução em relação às últimas corridas e finalizou em sétimo, voltando a marcar pontos após duas corridas. Já seu companheiro de Ferrari Charlec Leclerc foi o único a abandonar a prova. O monegasco rodou após o motor cortar de repente em uma chicane.

O tailandês Alexander Albon, da Red Bull, chegou em oitavo, à frente do francês Pierre Gasly, da AlphaTauri. O jovem britânico Lando Norris, da McLaren, completou o Top 10.

Depois de corridas em três finais de semana seguidos, a Fórmula 1 dá uma pausa e retorna daqui a dois para a disputa do GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, a sétima etapa da temporada.

Confira a classificação do GP da Espanha:

1°) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes), em 1h31min45s27

2º) Max Verstappen (HOL/Red Bull), a 24s177

3º) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 44s752

4º) Lance Stroll (CAN/Racing Point), a uma volta

5º) Sergio Perez (MEX/Racing Point), a uma volta

6º) Carlos Sainz Jr. (ESP/McLaren), a uma volta

7º) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), a uma volta

8º) Alexander Albon (TAI/Red Bull), a uma volta

9º) Pierre Gasly (FRA/Alphatauri), a uma volta

10º) Lando Norris (ING/McLaren), a uma volta

11º) Daniel Ricciardo (AUS/Renault), a uma volta

12º) Daniil Kvyat (RUS/Alphatauri), a uma volta

13º) Esteban Ocon (FRA/Renault), a uma volta

14º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo), a uma volta

15º) Kevin Magnussen (DIN/Haas), a uma volta

16º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo), a uma volta

17º) George Russel (GBR/Williams), a uma volta

18º) Nicholas Latifi (CAN/Williams), a duas voltas

19º) Romain Grosjean (FRA/Haas), a duas voltas

Abandonou a prova:

Charles Leclerc (MON/Ferrari)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas