Homem é condenado à prisão após ofensas racistas na final da Eurocopa

esportes
03.11.2021, 20:04:00
A Itália venceu a Eurocopa nos pênaltis contra a Inglaterra (Marco Verch/Divulgação)

Homem é condenado à prisão após ofensas racistas na final da Eurocopa

Inglês cometeu injúria racial contra três atletas negros da seleção que perderam pênaltis contra a Itália

Na derrota nos pênaltis da Inglaterra contra Itália na final Eurocopa, em julho, três atletas negros da seleção inglesa, Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka, foram vítimas de inúmeros insultos racistas de torcedores em diversas redes sociais. Quase quatro meses após a fatídica noite em Wembley, um homem de 52 anos, identificado como Jonathon Best, foi condenado a cumprir dez meses de prisão pelos xingamentos racistas contra os atletas. As ofensas foram feitas durante uma transmissão ao vivo no Facebook após o jogo.

O julgamento de Best aconteceu no Tribunal de Magistrados de Willesden, em Londres. Segundo o CPS, que é a agência pública criminal do Reino Unido, Jonathon, que trabalha como motorista de empilhadeiras, confessou ter proferido ofensas racistas contra Rashford, Sancho e Saka.

Em um texto divulgado pelo CPS, a agência afirma que “enquanto a maioria da nação se orgulhava de os Três Leões terem alcançado sua primeira final internacional em mais de 50 anos, Jonathon Best acessou o Facebook para transmitir ao vivo uma enxurrada de abusos racistas contra os três jogadores que perderam os pênaltis durante o jogo”.

A denúncia sobre o ato racista de Best foi feita por um amigo do homem, que enviou as imagens e vídeo para a polícia. “Não há absolutamente nenhum espaço no jogo, nem em nenhum outro lugar, para o racismo”, completa a nota do CPS.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas