Homem é preso por matar e esquartejar cachorro que tentou mordê-lo, em Angical

bahia
29.10.2020, 13:24:00
Atualizado: 29.10.2020, 15:14:10

Homem é preso por matar e esquartejar cachorro que tentou mordê-lo, em Angical

Suspeito cortou as patas e esmagou cabeça do animal

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um homem foi preso nesta quinta-feira (29) suspeito de ter matado e esquartejado um cachorro na cidade de Angical, Oeste da Bahia. 

O crime ocorreu após o cachorro ter tentado morder o rapaz. Após isso, o suspeito cortou as patas e esmagou a cabeça do animal. O homem foi preso em flagrante e, segundo a Polícia Civil, assim que o inquérito for concluído, será encaminhado ao Ministério Público.

Veja mais:

Pitbull é arrastado e morto por moradores após avançar em criança na Bahia

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que uma guarnição do 2º Pelotão da 84ª Companhia Independente (CIPM/Barreiras) "prendeu um homem acusado de matar um cachorro a golpes de facão no povoado Junco II, em Angical, na tarde de terça-feira (27)".

Ainda segundo a PM, no momento da abordagem, o acusado assumiu a autoria do crime e entregou a arma utilizada aos policiais militares. Ele foi apresentado à Delegacia.

O suspeito irá responder por maus tratos com base na Lei de Crimes Ambientais. No último mês, o presidente Jair Bolsonaro alterou o texto desta lei e agora quem responde por esses crimes pode pegar até cinco anos de prisão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas