Homem que matou ex-companheira no bairro do Uruguai é preso em SC

salvador
19.11.2020, 20:49:40
Atualizado: 19.11.2020, 20:56:54

Homem que matou ex-companheira no bairro do Uruguai é preso em SC

Ubirajara de Santana Júnior, 32 anos, foi encontrado na comunidade Chico Mendes, em Florianópolis

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu, na tarde desta quinta-feira (19), Ubirajara de Santana Júnior, 32 anos, suspeito de matar a ex-companheira Renata Caroline Paiva do Carmo, 29 anos, no dia 27 de dezembro do ano passado, no bairro do Uruguai, em Salvador. 

A prisão foi feita por policiais civis da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), com informações repassadas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, de acordo com informações do portal Clic SC. Ainda segundo o site, no momento da prisão o suspeito estava cortando o cabelo em uma barbearia na comunidade Chico Mendes, em Florianópolis.

Segundo o Delegado de Polícia John Vieira, da CORE, em entrevista para o Clic SC, o homem conheceu uma mulher de Florianópolis, na Bahia, e viajou para Santa Catarina com ela. No momento da prisão, ele estava sozinho e não esboçou reação. Ainda de acordo com o delegado, ele admitiu, em depoimento, ter matado a ex-companheira com socos, chutes e pontapés por ciúmes.

Após a prisão, ele foi levado para a sede da CORE, onde prestou depoimento, e na sequência foi transferido para o Presídio Masculino de Florianópolis, informou o portal.

A prisão preventiva de Ubirajara já tinha sido decretada. Ele tem duas filhas com a vítima, uma de 11 anos e outra de 2 anos de idade.

Relembre o caso
Segundo informações da polícia baiana, Renata morreu após ser espancada pelo ex-companheiro em uma casa que fica em cima da casa da mãe da vítima. 

A polícia também informou, na época, que Renata chegou ainda viva no Hospital do Subúrbio, em Periperi, onde foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas