Homem vítima de bala perdida em Portão morre em hospital

bahia
06.08.2012, 14:40:00
Atualizado: 06.08.2012, 14:56:55

Homem vítima de bala perdida em Portão morre em hospital

Arielson dos Santos Sena estava na porta de casa quando foi atingido por um dos disparos feitos por três homens que passaram pelo local atirando

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Da Redação

Um morador do bairro de Portão atingido na cabeça por uma bala perdida morreu, no final da manhã desta segunda-feira (6), no Hospital do Subúrbio. Arielson dos Santos Sena, de 28 anos, foi baleado na cabeça na porta de casa quando três homens passaram na rua onde ele morava atirando a esmo por volta das 6h30, neste domingo (5).

Arielson dos Santos Sena, de 28 anos, foi socorrido por familiares e encaminhado para o Hospital Menandro de Farias. Devido ao grave estado de saúde, ele acbou sendo transferido para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu ao ferimento e morreu.

Moradores do bairro de Portão, em Lauro de Freitas chegaram a realizar uma manisfestação por conta do atentado contra Arielson neste domingo. O grupo fechou os dois sentidos da BA-099, a Estrada do Coco, provocando um longo congestionamento. A população queimou pneus e outros objetos na rodovia estadual, na altura do shopping Estrada do Coco, e impediu o acesso de carros ao bairro da cidade da Região Metropolitana de Salvador.

Segundo familiares da vítima, que trabalhava em uma fábrica de sorvete da região, os atiradores são traficantes conhecidos no bairro que pretendiam se vingar da morte de um integrante do grupo que havia sido morto por uma gangue rival do bairro. Os três homens fugiram após a ação e ainda não foram localizados por policiais da 81ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que seguem realizando buscas pela região.

Candidato cancela passeata
O candidato a prefeito de Lauro de Freitas, Dr. Márcio, do Partido Progressista, suspendeu uma passeata que realizaria no final de linha de Portão, na manhã de domingo, em razão da ação dos traficantes na área e do protesto realizado pelos moradores do bairro.

Em nota, a assessoria de imprensa do candidato disse que "o cancelamento de uma caminhada é o mínimo que poderia ser feito em protesto à violência que vem tomando conta de Portão".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas